O Grupo VW pretende disponibilizar sua plataforma MBE para utilização pelos concorrentes.
A ideia central é tornar a plataforma MBE de produção de carros elétricos como um padrão da indústria e aberto para os concorrentes. “Nosso sistema modular para carros elétricos – o kit de eletrificação modular (MEB) – deve ser um padrão não apenas para o VW Group”, disse Michael Jost, diretor de estratégia da marca principal VW.
 
A estratégia poderia finalmente produzir centenas de modelos com um design elétrico comum, simplificando a fabricação de veículos elétricos.

Essa é a essência de um novo relatório do Der Tagesspiegel, que disse (cortesia do Google Translate):

Se preciso, isso pode ser o início de uma grande mudança na produção em massa de veículos elétricos, que vem logo após o lembrete de Elon Musk para o mundo de que ele abriu todas as patentes da Tesla em 2014.

Se a VW estiver disposta a permitir que outras montadoras usem sua plataforma MEB, como acreditamos que tem a ver com a Ford, ela poderá reduzir drasticamente o tempo que leva para que os modelos elétricos cheguem aos consumidores.

A corrida das montadoras para o espaço de EV vai vir com um enorme investimento, que alguns temem que resulte em perdas históricas se o mercado não responder com tanto entusiasmo quanto se espera. Um relatório da AlixPartners estimou que “em 2023, US$ 255 bilhões em pesquisa e desenvolvimento e gastos de capital (serão) gastos globalmente em veículos elétricos”, segundo a CNBC.

Ao centralizar o desenvolvimento de novos EVs em uma plataforma comum, como o MEB da VW, esse número chocantemente grande poderia ser substancialmente reduzido, mitigando o risco para todas as montadoras elétricas.

 

Fonte: Driving, Simon Cohen


 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *