A Echoenergia, adquiriu um portfólio de novos projetos eólicos da francesa Voltalia no Rio Grande do Norte, com 197 megawatts (MW) de capacidade, de um total de 500 MW previstos em pré-acordo firmado entre as partes.

Essa venda de 197 MW para a Echoenergia e a parceria assinada para até 500 MW demonstram mais uma vez a qualidade do nosso cluster de Serra Branca. Em paralelo à construção de nosso próprio portfólio de instalações de energia, neste cluster e em novos clusters de energia eólica e solar no Brasil, continuaremos a fazer parcerias com investidores terceiros.

Esses investidores confiam na capacidade da Voltalia de desenvolver projetos de qualidade, fornecendo um fluxo adicional de receita para nossa linha de negócios de Serviços. O mercado brasileiro continua apoiando muito a Voltalia. ”, diz Sébastien Clerc, CEO do Grupo Voltalia.

No Brasil, o maior conjunto de projetos da Voltalia, a Serra Branca, tem um potencial de longo prazo de quase 2 GW, dos quais 309 MW estão em operação, 223 MW a serem concluídos em 2020, e um grande volume está totalmente desenvolvido e pronto para ser submetido a leilões para contratos de venda de energia a longo prazo ou sob contratos de venda de eletricidade privados.

Neste contexto, a Voltalia assinou uma parceria com a Echoenergia que dá à Echoenergia acesso a uma série de instalações prontas para construção dentro do cluster da Serra Branca da Voltalia, até um máximo de 500 MW (incluindo a capacidade de 197 MW vendida hoje). Esses locais estão em um estágio avançado de desenvolvimento quanto a arrendamento de terras, medição de vento, permissão e conexão à rede. Cabe então à Echoenergia garantir contratos de venda de energia a longo prazo e investir para financiar a construção.

A Echoenergia já garantiu 197 MW de contratos de venda de energia no mercado livre e buscará ativamente mais contratos de vendas até o máximo de 500 MW.

Mais informações veja http://voltalia.com/uploads/08_Not%C3%ADcias/Press_Releases/2018/180911_Voltalia-Brazil-partnership__vdef.pdf

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *