Em médio prazo no Brasil, qualquer consumidor poderá optar entre contratar energia no mercado livre ou permanecer no cativo.

Claro, em princípio esta escolha e´uma oportunidade que se abre. No prelo a comparação de custos.

O que desejo chamar tem a ver com a atribuição de custos que o regulador faz para estes dois ambientes. Isto pois a energia (livre ou cativa) é uma componente importante mas há uma lista de outros custos regulatórios – substanciais – que estão em jogo também.

1°) Quais os custos e comporão o livre e o cativo?
2°) Como serão cobrados?
3°) Quais os órgãos oficiais envolvidos?
4°) Quais os controles que o consumidor deverá fazer?
5°) Quais os riscos de cada ambiente?

A mensagem é simples: antes de decidir é essencial estudar e conhecer bem as vantagens, desvantagens e principalmente riscos regulatórios associados do cativo e do livre.


The free power market in Brazil: 5 questions

In the medium term in Brazil, any consumer will be able to choose between contracting energy in the free market or remaining as a regulated one.

Of course, in principle this choice is an opportunity that opens up.

What I want to point out is about cost allocation that the regulator makes for these two environments. This is because energy (free or regulated) – commodity wise – is an important component but there is a list of other substantial regulatory costs that are at stake as well.

1) What are these costs?
2) How will they be charged?
3) What are the official bodies involved?
4) What controls should the consumer do?
5) What are the risks of each environment?

The message is simple: before deciding, it is essential to study and know very well the advantages, disadvantages and most importantly: regulatory risks.


 

Compartilhe:
Rafael Herzberg
Rafael Herzberg é consultor independente para assuntos de energia por mais de 30 anos. Premiado no Brasil e Estados Unidos por cases de eficiência energética, geração on-site e projetos to-the-fence. Palestrante no Brasil e Estados Unidos em eventos de energia. Presta consultoria para clientes consumidores de energia (indústria, comércio e instituições), ofertantes de soluções em energia, concessionárias e comercializadores de energia além de ser convidado para atuar em casos de arbitragem de contratos de energia.
http://pontoon-e.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *