As tarifas para os consumidores conectados em média ou alta tensão envolvem um custo variável (energia) e um fixo (demanda). A variável é bem mais importante – tipicamente representa mais de 70% do total.

Esta modelagem aderiu muito bem, por décadas a fio, à realidade dos negócios.

Há uma transformação em curso , no mundo e no Brasil também. A geração distribuída está avançado em passos largos. Um novo perfil de equilíbrio entre oferta e demanda está se desenhando. Diferente do tradicional, centralizado.

A grande novidade é a função adicional que a rede pública apresenta neste contexto: ser uma “retaguarda” para as fontes tipicamente intermitentes (“não firmes) que estão despontando.

A resposta mais provável para este mundo que está surgindo é uma potencial inversão. Tornar o custo fixo o maior da conta e o variável o menor. Assim será possivel lidar com as novidades de forma sustentável para negócios especialmente para os ofertantes de energia.

Neste novo ambiente, os negócios mudarão de feição, certamente. Você já ponderou sobre como ficará o novo panorama do setor da energia? O que se tornará viável e o que será inviabilizado?

Se desejar explorar as novas oportunidades neste ambiente em transformação, não deixe de entrar em contato !


Power rate structure will change?

Power rates for consumers connected in medium or high voltage involve a variable cost (energy) and a fixed one(demand). The variable is much more important – typically representing more than 70% of the total.

This modeling adhered very well for decades to the business reality.

There is a transformation going on, in the world and in Brazil as well. Distributed generation is the “new animal” and accordingly a new equilibrium profile between supply and demand. Different from traditional, centralized power supply chain (generation, transmission and distribution).

The great novelty is the additional function that the public grid presents in this context: a “backup” to the typically intermittent (non-firm) sources that are emerging.

The most likely answer to this new world is a potential reversal. The fixed cost to become the largest on the account and the variable the smaller. So it will be possible to run the system in a sustainable way especially for the supply side.

In this new environment, business will certainly change. Have you considered how the new landscape will look like? What will become feasible and what not?

Make sure to get in touch to explore the new opportunities !


 

Compartilhe:
Rafael Herzberg
Rafael Herzberg é consultor independente para assuntos de energia por mais de 30 anos. Premiado no Brasil e Estados Unidos por cases de eficiência energética, geração on-site e projetos to-the-fence. Palestrante no Brasil e Estados Unidos em eventos de energia. Presta consultoria para clientes consumidores de energia (indústria, comércio e instituições), ofertantes de soluções em energia, concessionárias e comercializadores de energia além de ser convidado para atuar em casos de arbitragem de contratos de energia.
http://pontoon-e.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *