A gigante do petróleo Shell anunciou a aquisição da Greenlots, uma empresa de soluções de carregamento de energia para veículos elétricos, que é sediada em Los Angeles.

Segundo o comunicado a empresa Greenlots se tornará uma subsidiária integral da “Shell New Energies US LLC”, braço da empresa que se concentra em encontrar oportunidades de negócios em fontes de energia de baixo carbono.

A Greenlots não é apenas uma rede de carregamento, mas fornece toda a infaestrutura de carregamento, incluindo carregadores e softwares rápidos para gerenciar o carregamento. Eles tentam trabalhar com os proprietários do site para decidir sobre as melhores soluções de cobrança para o local.

No início deste mês a Greenlots e GM anunciaram uma parceria, juntamente com a ChargePoint e EVgo, para agregar dados de localização e status e fazer uma solução mais perfeita para os proprietários da Bolt que desejam encontrar carregadores públicos.

A New York State Thruways usa os Greenlots para sua infraestrutura de carregamento de EV, e a Electrify America, da VW, fez uma parceria com eles para construir a plataforma que opera sua rede.

A Shell não é a única empresa de petróleo a entrar no jogo de cobrança de EV. Na semana passada, informamos sobre a Petro Canada a instalação de carregadores em seus postos de gasolina.

Recordamos que no ano passado a Shell financiou a Ample, startup desenvolvendo “uma solução para o desafio de entrega de energia para carros elétricos”, e anteriormente, eles também instalaram suas próprias estações de recarga e compraram outras redes de recarga, como a NewMotion, uma rede na Europa com mais de 30.000 carregadores.

A estratégia e posicionamento da Shell junto a mobilidade elétrica deve ser alvo de análises, pois recordamos que há alguns meses a empresa se juntou a um esforço de lobby para matar o crédito de imposto federal para veículos elétricos nos EUA, através da American Fuel & Petrochemical Manufacturers, um grupo do qual eles são membros.

Portanto esta não é a única maneira pela qual a indústria petrolífera continua no caminho da adoção de veículos elétricos, e a Shell coopera com a indústria do petróleo através de sua participação em seus esforços de lobby.

Fonte: Electrek, James Dow


 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *