Um dos indicadores globalmente aceitos para medir o desempenho de uma empresa ou um setor é através do EVA – Valor Econômico Adicionado.

A KPMG publicou recentemente o EVA do setor elétrico brasileiro. A unidade é em R$ Bilhões e o valor para 2017 é ainda uma estimativa.

O que se pode observar é que o setor vai mal. Muito mal. EVA negativo por anos a fio. O pior é que temos tarifas e preços acima da competição global. O Brasil é mais caro em energia elétrica que seus concorrentes diretos (BRICS).

A conclusão a que se chega é a de que o modelo do setor elétrico está estruturalmente perverso. Carregado por uma regulação ineficiente, suportando o controle oficial de grandes empresas do setor que sistematicamente apresentam prejuizos bilionários e sem uma estratégia de longo prazo que se permita vislumbrar uma virada da situação.


 

Brazilian power sector: the harsh reality

One of the globally accepted indicators for measuring the performance of a company or an industry is EVA – Economic Value Added.

KPMG recently published the EVA of the Brazilian power sector. The unit is in R$ Billion and the value for 2017 is still an estimate. Today 1 USD = R$ 3,8.

What we can observe is that the sector is in a very poor shape when it comes to EVA performance. The worst is that we have tariffs and prices above the global competition. Brazil is more expensive in power than its direct competitors (BRICS).

The conclusion: the model of the electric sector is structurally perverse. Loaded by inefficient regulation, supporting the official control of large companies that generate Billions in losses most importantly without a long-term strategy to turn around the situation.


 

Compartilhe:
Rafael Herzberg
Rafael Herzberg é consultor independente para assuntos de energia por mais de 30 anos. Premiado no Brasil e Estados Unidos por cases de eficiência energética, geração on-site e projetos to-the-fence. Palestrante no Brasil e Estados Unidos em eventos de energia. Presta consultoria para clientes consumidores de energia (indústria, comércio e instituições), ofertantes de soluções em energia, concessionárias e comercializadores de energia além de ser convidado para atuar em casos de arbitragem de contratos de energia.
http://pontoon-e.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *