Home>Price & Strategy>Clima>São Paulo tem maior chuva em 24h desde o início de abril de 2017
Clima Price & Strategy

São Paulo tem maior chuva em 24h desde o início de abril de 2017

Climatempo |

Acesse a notícia original aqui.

O temporal da tarde e noite do dia 26 de fevereiro deixou 73,1 mm de água acumulados no pluviômetro do Mirante de Santana, na zona norte da cidade de São Paulo, pela medição do Instituto Nacional de Meteorologia. Foi a maior quantidade de chuva em 24 horas registrada este ano e desde o início de abril de 2017.

O total de chuva acumulado desde o início do mês subiu para 102,2 mm, mas ainda está 57% abaixo da média normal para fevereiro que é de aproximadamente 236 mm.

Mais chuva

O estado de São Paulo continua recebendo muito ar úmido e quente do centro-norte do Brasil e isto facilita a formação das nuvens carregadas, que provocam os temporais, em todas as regiões do estado.

situação é de atenção na Grande São Paulo nesta terça-feira para mais pancadas de chuva que devem recomeçar nas primeiras horas da tarde. Há risco de chuva moderada a forte em todos os municípios da Grande São Paulo.

Há risco de temporais na Grande São Paulo menos até o domingo.

Alagamentos e morte

A maior quantidade de chuva em São Paulo em 2018, até agora, e também desde 7 de abril de 2017, quando choveu 82,1 mm, deixou 27 pontos alagados, segundo informações do CGE – Centro de Gerenciamento de Emergências da Prefeitura. Sete alagamentos foram intransitáveis. O córrego Morro do S transbordou na zona sudoeste da capital. A imprensa local noticiou na manhã desta terça-feira, 27 de fevereiro, o desaparecimento de menino na zona leste, após ser levado pela correnteza de um rio ao tentar pegar uma bola que tinha caído no rio.

Um dos fevereiros mais secos em 57 anos

A chuvarada da tarde e noite do dia 26 livrou fevereiro de 2018 de ser o fevereiro mais seco desde 1984, quando choveu apenas 32,5 mm, segundo o INMET. Mas faltando apenas a chuva de 24 horas, até 9 horas da manhã do dia 28, fevereiro de 2018 continua na lista dos fevereiros mais secos do período de 1961 a 2018, em 57 anos de medição.

10 fevereiros mais secos em São Paulo de 1961 a 2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *