Rio Grande do Sul já teve vários eventos de chuva forte desde o início de maio e grandes volumes foram acumulados na fronteira com o Uruguai. Pela medição do Instituto Nacional de Meteorologia, do dia 1 até a manhã do dia 7 de maio, choveu aproximadamente 130,0 mm em Quaraí e 110,0 mm em Quaraí. Em Santana do Livramento já choveu cerca de 160,0 mm, superando a média de chuva normal para maio que é de 137,0 mm.

Outra situação meteorológica favorável a chuva forte sobre o Rio Grande do Sul ocorre nos próximos dias. Fortes áreas de instabilidade se desenvolvem entre o leste da Argentina e o Uruguai nesta terça-feira, 8 de maio, e levam nuvens carregadas para o Rio Grande do Sul.

A chuva destas áreas de instabilidade deve atingir o centro, oeste e o sul gaúcho. Há risco de raios e pode chover e ventar forte. Cidades como Uruguaiana, Quaraí e Santana do Livramento, que já tiveram chuva intensa na semana passada, podem ter chuva forte novamente. Podem ocorrer rajadas de vento da ordem de 80 km/h.

As demais regiões gaúchas, incluindo Porto Alegre, devem registrar aumento da nebulosidade, nesta terça-feira, mas não há expectativa de chuva. A região da capital gaúcha pode ter pancadas de chuva na quarta-feira, 9 de maio.

Mais chuva na fronteira com o Uruguai

O centro-sul gaúcho, especialmente a fronteira com o Uruguai, vai continuar com tempo bastante instável por toda a semana. As pancadas de chuva serão frequentes e o risco de temporais persiste nos próximos dias.

Frente fria forte à vista

A partir da noite de quinta-feira, outra frente fria começa a influenciar o Rio Grande do Sul e o risco de temporais já aumenta no centro-oeste e no sul gaúcho. Mas durante a sexta-feira, as áreas de instabilidade desta frente fria se espalham sobre o estado e provocam temporais em todas as áreas.

Mas na sexta-feira, esta frente fria vai provocar chuva forte também sobre Santa Catarina e no Paraná. No sábado, o ar polar esfria o Sul do Brasil e pouca chuva será observada pelo leste dos estados e no norte do Paraná.


Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *