O “pregão” desta terça-feira (26/06) na BBCE não teve grandes novidades. O preço da energia manteve a tendência de alta das últimas semanas e o volume negociado mais uma vez foi baixo. Os contratos acompanhados diretamente pela Pontoon-e na BBCE registraram alta de +1,2% e movimentaram apenas 62,2 MW médios (60,0 MW médios no dia 25/06).

Dos oitos contratos negociados na BBCE e acompanhados pela Pontoon-e referentes ao submercado SE/CO (Jun/18, Jul/18, Ago/18, Set/18, Bimestre Ago-Set/18, 3º Tri/18, 4º Tri/18 e 2º Sem/18) apenas cinco registraram negócios. Os contratos de Jun/18, Bimestre Ago-Set/18 e 3º Tri/18 não registraram negócios.

Os destaques positivos do dia foram os contratos do 4º Tri/18 e 2º Sem/18, que registraram alta de +3,3% e + 2,4% e encerraram a terça-feira cotados a R$282/MWh (+R$9/MWh) e R$ 338/MWh (+R$8/MWh), respectivamente. Vale destacar, que enquanto o contrato do 4º Tri/18 está negociando com prêmio de R$29/MWh em relação a projeção da Pontoon-e, o contrato para entrega no 2º Sem/18 está negociando com desconto de R$6/MWh.

Além destes, três outros contratos também encerraram o dia com performance positiva: Set/18 (+1,4%), Jul/18 (+1,2%) e Ago/18 (+1,2%), encerrando o “pregão” cotados a R$370/MWh, R$435/MWh e R$407/MWh, respectivamente. Os demais contratos encerraram o dia sem negócios ou sem variação de preço.

BBCE | Preço dos Contratos de Energia SE/CO (R$/MWh)
Fonte: BBCE

A expectativa do ONS é de que a carga para esta 5º semana fique 730 MW médios mais alta, com acréscimo esperado no SE (+730 MW médios) e S (+90 MW médios). Por outro lado, a projeção é de carga mais baixa nos demais submercados, com reduções no NE (-10 MW médios) e N (-80 MW médios).

ONS | Carga de Energia: Programado vs. Realizado 
Fonte: ONS

Vai Chover?

A análise dos mapas de previsão de precipitação para o período de 28 a 07/Julho efetuados pelo Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos/Instituto Nacional de Pesquisas Espacias (INPE/CPTEC) e previstas a partir do modelo de previsão ETA para os próximos 10 dias indicam o avanço de uma nova frente fria pela região S e pelo litoral da região SE entre os dias 28 e 30 de junho.

Os primeiros dias de julho, entretanto, devem ser bem secos em todos o país, reforçando o cenário de afluência recessiva em todos os  nos submercados e preços elevados no início de julho.

Mapa de Chuva: NCEP / GEFS & INPE / CPTEC (28 a 07/Julho)

Em comparação com os valores estimados para a semana em curso, prevê-se para a 5ª semana operativa recessão nas afluências de todos os subsistemas.

 ONS | Energia Natural Afluente 
Fonte: ONS

A previsão mensal para junho indica a ocorrência de afluências abaixo da média histórica para todos os subsistemas.

Liquidez BBCE

A liquidez dos contratos negociados na BBCE e acompanhados pela Pontoon-e (Jun/18, Jul/18, Ago/18, Set/18, Bimestre Ago-Set/18, 3º Tri/18, 4° Tri/18 e 2º Sem/18) recuou dramaticamente ao longo da última semana, mas principalmente na última sexta-feira (22/06), quando o volume de energia negociada atingiu o menor volume desde o início do nosso acompanhamento (23,0 MW médios).

Nesta terça-feira, entretanto, o mercado ameaçou uma pequena recuperação, com o volume de energia transacionado saltando para 62,2 MW médios, mas ainda ficando abaixo da média dos últimos cinco “pregões” (85,5 MW médios).

O contrato mais negociado nesta segunda-feira foi o contrato de Ago/18, contabilizando 30,6 MW médios (26,0 MW médios no dia anterior), seguido pelos contratos de Jul/18 com 11,0 MW médios (15,0 MW médios) e 4º Tri/18 com 10,0 MW médios (5,0 MW médios).

Além destes, apenas dois outros contratos registraram negócios: (i) Set/18 (5,6 MW médios); e (ii) 2º Sem/18 (5,0 MW médios).

Fonte: BBCE

Preços, Assimetrias & Trades

Nos iniciamos a semana de 25 a 29 de junho com a expectativa de que a elevação do PLD na 5ª semana de junho para o preço teto estabelecido pela Aneel para o ano de 2018 (R$505,18/MWh), aliado a confirmação de manutenção da hidrologia recessiva para o restante de junho, fosse impulsionar o preço do contrato de junho para um patamar superior a R$450/MWh.

Os preços continuam em elevação, refletindo os mapas secos para o início de julho, porém a liquidez recuou sensivelmente na última semana. Acreditamos que esta queda no volume de energia transacionada está diretamente atrelada a proximidade dos preços dos contratos negociados na BBCE ao preço teto estabelecido pela Aneel para o ano de 2018 (R$505,18/MWh). Em resumo, há um claro desequilíbrio na relação risco/retorno percebida pelo “trader” e uma reduzida propensão do consumidor a contratar energia quando o PLD está próximo do preço teto.

A Pontoon-e estima para o contrato de Jun/18 preço de R$474/MWh, sinalizando ganho potencial de R$54/MWh.

Também vemos uma assimetria interessante nos contratos de Jul/18 e Ago/18, onde projetamos preços de R$465/MWh e R$445/MWh, sinalizando ganho potencial em relação aos preços de encerramento na BBCE de R$30/MWh e R$38/MWh, respectivamente.

Análise Cenários | Dispersão Preço no dia 26/06 (R$/MWh)
Fonte: Pontoon-e

Dispersão Preços: Pontoon-e vs. BBCE no dia 26/06 (R$/MWh)Fonte: BBCE e Pontoon-e


Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *