Resumo do Dia

Após cinco “pregões” consecutivo operando no campo negativo, a BBCE encerrou o pregão desta quinta-feira 06/09 novamente no campo positivo. Os oito contratos acompanhados pela Pontoon-e na BBCE e que compõe o Índice Pontoon-e de Energia registraram alta de +0,8% (média ponderada), puxados principalmente pelos contratos para entrega no 1º Sem/19 (+2,7%), Dez/18 (+2,6%), Nov/18 (+1,1%) e 1º Tri/19 (+0,6%). O contrato para entrega em Out/18 voltou a ser o mais negociado do dia (224,9 MW médios), sendo responsável por 48,2% do volume total dos contratos acompanhados na BBCE.

Pontoon-e | Variação do Índice Pontoon-e de Energia (Var. %) 
Fonte: Pontoon-e e BBCE

A BBCE voltou a apresentar elevação no volume de energia negociada nesta quinta-feira (+11,6%), somando 466,2 MW médios (418,1 MW médios no dia 05/09), embora ainda abaixo da média dos últimos cinco “pregões” (534,7 MW médios).

Vale destacar, que o volume médio negociado neste início de setembro (524,6 MW médios) é superior à média do mês de agosto (352,6 MW médios).

Pontoon-e | Volume Negociado na BBCE dos Oito Contratos (MW Médios) 
Fonte: Pontoon-e e BBCE

Após uma longa sequência de realização de lucros, o “pregão” desta quinta-feira voltou a operar no campo positivo.

As maiores altas do dia foram os contratos para entrega de energia no 1º Sem/19 (+2,7%), Dez/18 (+2,6%), Nov/18 (+1,1%) e 1º Tri/19 (+0,6%), que encerraram o dia 06/09 cotados a R$189/MWh (+R$5/MWh), R$235/MWh (+R$6/MWh), R$309/MWh (+R$3/MWh) e R$181/MWh (+R$1/MWh), respectivamente.

O contrato para entrega em Out/18 também encerrou o dia como o preço em elevação, porém mais modesta (+0,1%),  cotado a R$363/MWh (+R$1/MWh).

Os demais contratos não foram negociados.

BBCE | Preço dos Contratos de Energia SE/CO (R$/MWh) 
Fonte: Pontoon-e e BBCE

História do Dia

A CCEE (Câmara de Comercialização de Energia Elétrica) publicou nesta sexta-feira (07/09) o PLD para a 2ª semana operativa de setembro. O PLD, válido para o período entre 8 e 14 de setembro, foi fixado em R$496,28/MWh em todos os submercados, revelando alta de 2% nos submercados SE/CO, S e NE. No N, o aumento foi de 1% com o preço ficando equalizado com os demais submercados.

Razão para a elevação do PLD | De acordo com a CCEE, o principal fator que causou elevação no preço foi a estimativa de afluências mais baixas no submercado sudeste. A redução das afluências resultou em queda significativa da geração hidráulica (2.700 MW médios) e elevou o PLD em torno de R$24/MWh.

CCEE | PLD da 1ª Semana Operativa: 08 a 14 de Setembro (R$/MWh)Fonte: CCEE

Vai Chover?

A análise dos mapas de previsão de precipitação para o período de 07 a 16/Setembro efetuados pelo Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos/Instituto Nacional de Pesquisas Espacias (INPE/CPTEC) e previstas a partir do modelo de previsão ETA para os próximos 10 dias indicam mapas secos até os dia 14 e 15 de setembro quando teremos o avanço de uma nova frente fria de fraca a média intensidade no submercado sul.

Este cenário de hidrologia recessiva pode contribuir para uma recuperação nos preços, principalmente após da sequência de quedas observada aol ongo dos últimos cinco “pregões”.

Mapa de Chuva: GEFS & INPE / CPTEC (07 a 16/Setembro)

Estimativa ENA | Em termos percentuais, as afluências previstas para a 2ª semana do mês no SIN estão 10% mais altas, variação de 3.500 MW médios em energia. Esta elevação foi totalmente influenciada pelo aumento previsto no S, cuja expectativa de ENA (Energia Natural Afluente) passou de 77% para 118% da média de longo termo (MLT). Já nos demais submercados, a expectativa é de afluências mais baixas.

O ONS estima para a 2ª semana de setembro as seguintes ENAs: SE (de 78% para 70% da MLT), NE (de 43% para 41%) e N (de 84% para 76%). Vale ressaltar que a redução das afluências no SE foi a principal responsável pela elevação do PLD.

PMO (Setembro – 08 a 14/09) | Energia Natural Afluente (%MLT) 
Fonte: ONS

Liquidez BBCE

Os contratos para Out/18, Nov/18 e Dez/18 continuam concentrando grande parte da liquidez na BBCE (~90%). Alguns contratos para o próximo ano já começam a ganhar alguma liquidez, principalmente os contratos referentes ao 1º Tri/19 e ao 1º Sem/19. No último dia de agosto dois novos contratos para 2019 foram negociados: 2º Tri/19 e 1º Sem/19.

No “pregão” desta quinta-feira o grande destaque foi o contrato para Out/18, que negociou 224,9 MW médios (134,8 MW médios no dia 05/09), seguido pelos contratos de Nov18 e Dez/18, que negociaram 139,5 e 56,0 MW médios, e que foram responsáveis por 29,9% e 12,0% do volume total destes oito contratos acompanhados pela Pontoon-e na BBCE.

BBCE | Volume Transacionado no dia 06/09 (MW Médios) 
Fonte: Pontoon-e e BBCE

Preços, Assimetrias & Trades

Backdrop | A forte elevação dos preços observada nas últimas semanas, aumentou consideravelmente o custo médio de carregamento dos agentes (preço médio das posições) e consequentemente o nível de aversão ao risco.

Como resultado, variações não esperadas na ENA, reservatórios e ajustes na carga poderiam deflagrar um sinal de alerta e, consequentemente, movimentos de venda mais expressivos, o que de fato se verificou nos últimos cinco “pregões”.

Embora isto não tenha ocorrido no submercado sudeste, a forte elevação da ENA no sul foi suficiente para iniciar tal movimento. Este cenário deverá ganhar mais força nos meses de novembro e dezembro, o que poderá trazer volatilidade nas projeções de preços para estes meses e para os primeiros meses de 2019.

Nossas simulações contemplam para o mês de setembro uma ENA (Energia Natural Afluente) de 82% da MLT (Média de Longo Termo) no submercado SE/CO e de 85% da MLT (60% cenário anterior) no S. Já para os meses de setembro, outubro, novembro e dezembro mantivemos as seguintes ENAs: (i) Set. e Out: 83%; (ii) Nov. e Dez.: 90%.

Opções de Trade | Apesar da alta observada nesta quinta-feira, a forte queda observada nos últimos dias eliminou algumas distorções e assimetrias em alguns contratos negociados na BBCE, tornando a relação risco retorno novamente atraente.

Embora limitadas, há opções interessantes, tais como o contrato para Out/18, que oferece excelente liquidez e está sendo negociado próximo do cenário úmido (R$362/MWh), além de duas opções mais longas – 2º Tri/19 e 1º Sem/19 -, que neste momento não apresentam liquidez, mas certamente ganharão liquidez ao longo do tempo.

Fique de Olho | Os contratos para o 2º Tri/19 e 1º Sem/19 estão cotados na BBCE (última cotação) a R$184/MWh (2º Tri/19) e R$183/MWh (1º Sem/18). Embora seja cedo para termos uma ideia mais clara quanto ao que esperar da hidrologia em 2019, ao darmos uma olhada no passado recente (5 anos), vemos bom potencial de lucro nestes contratos.

Neste período de cinco anos o PLD médio ficou abaixo destes valores (~R$180/MWh) apenas em um ano (2016), quando a ENA média registrada no submercado sudeste entre julho de 2015 e abril e 2016 foi superior a 104% da MLT e o nível dos reservatórios no sudeste no final de agosto de 2015 era de 34,3%, ou 6,3 p.p. acima do fechamento de agosto de 2018 (28,0%). Em resumo, a relação risco retorno é muito interessante nestes níveis e, portanto, vale a pena ficar de olho. 

Pontoon-e | Cotação BBCE vs. Projeções Pontoon-e (R$/MWh) 
Fonte: Pontoon-e e BBCE

Dispersão Preços: Pontoon-e vs. BBCE no dia 06/09 (R$/MWh)Fonte: Pontoon-e e BBCE


Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *