O programa piloto oficialmente iniciado para as regiões Norte e Nordeste há dois anos agora foi formalmente estendido para todo os pais.

É dirigido a consumidores livres. A lógica é simples e super testada e aprovada no mundo desenvolvido. Quando a demanda está alta, um bônus financeiro generoso estimula que o consumo seja evitado. Sai mais barato que a alternativa de se despachar usinas térmicas – especialmente as fora da ordem de mérito.

Mas há um abacaxi com o nosso programa de resposta à demanda. Qual seria a motivação de um consumidor aderir a este programa se a compensação for da ordem do PLD?

Seria muito mais simples que evitasse o consumo e recebesse automaticamente o PLD (que estaria no teto) sem mais contratações e controles.

Ou seja o programa de resposta à demanda, para prosperar precisa oferecer bônus muito maior que o teto do PLD.


Demand Response in Brazil

The pilot program officially launched in the North and Northeast two years ago has now been offically extended to all the country.

It is aimed at free, deregulated consumers. The logic is simple and over-tested and approved in the developed world. When demand is high, a generous financial bonus encourages consumption to be avoided. It is cheaper than the alternative of dispatching very expensive thermal plants.

But there is a catch with our demand response program. What would be the motivation for a consumer to join this program if the compensation is of the order of the PLD (spot pice as published by the power clearinghouse)?

It would be much simpler to avoid consumption and automaticallysell the energy not used at the ongoing spot pice.

In other words, the demand response program, in order to thrive, needs to offer bonuses much higher than the official ceiling of the spot prices.


 

Compartilhe:
Rafael Herzberg
Rafael Herzberg é consultor independente para assuntos de energia por mais de 30 anos. Premiado no Brasil e Estados Unidos por cases de eficiência energética, geração on-site e projetos to-the-fence. Palestrante no Brasil e Estados Unidos em eventos de energia. Presta consultoria para clientes consumidores de energia (indústria, comércio e instituições), ofertantes de soluções em energia, concessionárias e comercializadores de energia além de ser convidado para atuar em casos de arbitragem de contratos de energia.
http://pontoon-e.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *