Como vinha sendo esperado, a massa de ar polar que avançou sobre o centro-sul do Brasil derrubou a temperatura em muitas áreas do Sul e em parte do Centro-Oeste durante o fim de semana.

A entrada dessa massa fria provocou acentuada queda de temperatura em cidades de serra e de planalto da Região Sul, com valores observados entre 2 e 4°C de temperatura mínima.

Dentre os menores registros, de acordo com as estações meteorológicas automática do INMET,  tivemos  2,7°C em Caçador (SC), 3°C em São José dos Ausentes (RS) e 3,4°C em General Carneiro (PR).

O frio não foi tão intenso nas capitais do Sul, no entanto, a temperatura caiu bastante e, para o ano de 2018, foi verificada a menor mínima, até agora, em Porto Alegre (RS), com registro de 12,7°C (a anterior era de 13,7°C no dia 13/02) e também em Florianópolis (SC), com a marca de 15,2°C (a anterior era de 16,5°C no dia 08/03).

 A chegada do ar frio fez que muitas cidades do sul de Mato Grosso do Sul, amanhecessem com temperatura entre 10 e 12°C neste domingo e a região de Campo Grande com termômetros na casa dos 15°C.
O INMET registrou a mínima de 15,1°C na estação automática desta capital, determinando o registro de menor mínima do ano, até então. A marca anterior era de 15,6°C no dia 23 de fevereiro.

Menos frio e pancadas de chuva durante a semana

O centro desta massa fria se afasta e a tendência é de temperatura em elevação em muitas áreas do Sul e de MS já durante a segunda-feira (14) e no decorrer da semana.

Ainda faz um pouco de frios nas madrugadas, porém com menos intensidade e, principalmente, em cidades serranas. As tardes também devem ficar um pouco mais quentes.

Além da elevação da temperatura deve-se observar aumento de nebulosidade à medida que um cavado se propaga na média atmosfera. J

á no final da tarde e noite de segunda são esperadas pancadas isoladas de chuva no oeste dos estados do RS, de SC e do PR e no sul de MS.

Entre a terça e a quarta-feira as instabilidades ganham força e se espalham mais, impulsionadas pelo deslocamento de uma frente fria pela costa. Há risco de chuva e vento fortes entre o centro-norte do RS e o interior do PR.


 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *