CANALENERGIA | A secretária-executiva do Ministério de Minas e Energia, Marisete Pereira, afirmou em conversa com jornalistas que a recepção na Câmara ao projeto de lei de privatização da Eletrobras está dentro do que já tinha sido acordado entre o ministro Bento Albuquerque e lideranças partidárias.

Marisete Fátima Dadald – Assessoria Econômica/Ministério de Minas e Energia (MME)
Foto: Saulo Cruz/MME

”O ministro já fez todo um trabalho antes de enviar [a proposta] ao Congresso. Já conversou com as lideranças, então eu acho que o Congresso tem bastante informação. Foi entregue muita informação sobre a Eletrobras. Wilson [Ferreira Jr, presidente da estatal] tem conversado com alguns parlamentares.

Está tudo dentro do esperado”, disse, após representar Albuquerque em evento na Agência Nacional de Energia Elétrica.

De acordo com a secretária do MME, o governo está confiante de que o PL entregue este mês ao presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), possa começar a andar até o início do ano que vem.

A expectativa é de que o relator possa ser anunciado este ano e haja uma definição em relação às comissões pelas quais a proposta teria que passar.

O mais provável, porém, é que se crie uma comissão especial para discutir o assunto. O nome cotado para assumir a relatoria do projeto é o do ex-ministro Fernando Coelho Filho.

Por Sueli Montenegro

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *