Medida foi definida pela Aneel e passa a valer a partir dessa quinta-feira (22).

 A conta de energia elétrica fica em média 21,08% mais cara a partir desta quinta-feira (22) em Poços de Caldas (MG). O reajuste foi definido pela DME Distribuição e pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

Segundo a Aneel, a escassez hídrica dos últimos anos é a principal responsável pelo aumento. O diretor da empresa, André Pepitone, afirma que a situação impacta diretamente nas distribuidoras de energia elétrica, como é o caso da DMED, de Poços de Caldas.

“Com o regime hidrológico adverso, sendo o ano de 2017 o terceiro pior em uma série histórica de 86 anos, o despacho das térmicas aumentou, o que eleva muito os custos de aquisição de energia e impacta o valor final da tarifa ao consumidor”, alega.

Ainda conforme o comunicado divulgado nesta terça-feira (20), o reajuste é diferente, dependendo da classe do consumidor. Confira:

  • Consumidores de baixa tensão: aumento médio de 20,09%

  • Consumidores de alta tensão (indústrias): aumento médio de 22,78%

  • Efeito médio para o consumidor: 21,08%

 

Fonte:   Assessoria de comunicação social da ANEEL


 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *