Depois de registrar um pífio crescimento em 2018 com cerca de 98 GW implantados, o mercado global espera para 2019, segundo os especialistas, um crescimento solar mais forte, desde que não haja contratempos na China.

Novamente, no ano passado a marca de 100 GW para nova capacidade fotovoltaica foi perdida por pouco, segundo a pesquisa de mercado da PV Market Alliance. Os analistas dizem que 98 GW de capacidade fotovoltaica foram instalados em 2018, um gigawatt muito tímido em relação ao valor registrado no ano anterior.

A China respondeu por quase metade do aumento de capacidade global, com cerca de 44 GW, registrando uma queda de 17% em relação ao recorde de 53 GW de 2017. Os mercados nos EUA, Japão e Índia também estagnaram, para lançar um total de 26 GW. Na Europa, foram instalados 8,5 GW, com a Alemanha e a Holanda impulsionando a demanda, e a PV Market Alliance espera um crescimento sustentado no mercado este ano.

As demais regiões, incluindo a Austrália, Coréia do Sul, Emirados Árabes Unidos, Egito, México e Brasil – que juntos representaram 19,5 GW de novos projetos em 2018 – se tornaram significativamente mais importantes.

Assim, ao final de 2018, o mundo tinha instalado uma capacidade fotovoltaica acumulada de quase 500 GW.

Segundo a  PV Market Alliance, sua previsão para 2019 depende de decisões políticas em mercados-chave, sobretudo na China. Em um mercado chinês bastante estável, as instalações solares globais cresceriam em cerca de 20%, chegando a 120 GW, dizem os analistas, com o Oriente Médio, a América Latina e a Europa oferecendo um potencial de crescimento significativo. Na Intersolar Europe 2018, a PV Market Alliance prevê um volume de mercado mundial de 180-200 GW até 2022, números esses relacionados apenas ao PV conectado à rede.

 

Fonte: PV Magazine, Ralph Diermann


 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *