Para empresas e instituições, que contratam energia elétrica cativa ou livre, sempre surge uma questão importante, já que trata-se de uma conta Top 10 mas muitas vezes, Top 5.

Em que faixa de valores apostar para o futuro contemplado nos seus planos de negócios?

As variáveis em jogo são muitas e desafiam a conduta convencional de “olhar pelo retrovisor” e usar uma média histórica atualizada por algum índice inflacionário.

1. Custo marginal de expansão

É o originado a partir de geração, transmissão e distribuição a serem construídos, respeitando a matriz energética nacional. A tendência é de forte alta.

2. Custo marginal da operação

É aquele produzindo pela matriz atual, em curto prazo. É o “spot”. Aponta para a manutenção dos atuais patamares durante o verão e alta significativa no outono, inverno e primavera, por conta dos reservatórios das hidrelétricas.

3. Taxa de câmbio

Sempre tem influencia importante já que o setor elétrico é capital intensivo e uma parte importante de tudo que é contratado é importado.

4. Novos fenômenos

A mudança do perfil da matriz, com a presença crescente das fontes intermitentes (eólica e solar) traz desafios (e custos associados) no gerenciamento do despacho do sistema integrado nacional

5. Governo

Como as questões, em aberto, por anos a fio (inadimplências, “gatos”, resposta à demanda, etc.) serão tratadas (ou não).

Valerá a pena se debruçar sobre o assunto para depois decidir!


Future energy prices – trends

For companies and institutions, which contract captive or free electricity, an important question always arises, since it is a Top 10 account but often, Top 5.

What range of values ​​to bet on for the future contemplated in your business plans?

The variables at stake are many and defy the conventional approach of “looking in the rear view” and using a historical average updated by an inflation index.

1. Marginal cost of expansion

It originated from generation, transmission and distribution to be built, respecting the national energy matrix. The trend is strong upward.

2. Marginal cost of operation

It is the one producing by the current matrix, in the short term. It is the “spot”. It points to the maintenance of the current levels during the summer and significant increase in the autumn, winter and spring, due to the reservoirs of the hydroelectric plants.

3. Exchange rate

It always has an important influence since the electricity sector is capital intensive and an important part of everything that is contracted is imported.

4. New phenomena

Changing the profile of the matrix, with the increasing presence of intermittent sources (wind and solar) brings challenges (and associated costs) in managing the dispatch of the national integrated system

5. Government

As the open questions, for years on end (defaults, “cats”, response to demand, etc.) will be dealt with (or not).

Suggestion: be carefull before deciding about power price level in your business plan.


 

Compartilhe:
Rafael Herzberg
Rafael Herzberg é consultor independente para assuntos de energia por mais de 30 anos. Premiado no Brasil e Estados Unidos por cases de eficiência energética, geração on-site e projetos to-the-fence. Palestrante no Brasil e Estados Unidos em eventos de energia. Presta consultoria para clientes consumidores de energia (indústria, comércio e instituições), ofertantes de soluções em energia, concessionárias e comercializadores de energia além de ser convidado para atuar em casos de arbitragem de contratos de energia.
http://pontoon-e.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *