O ONS (Operador Nacional do Sistema) publicou nesta sexta-feira (04/01) a RV1 do PMO (Programa Mensal de Operação) com as premissas do Programa Mensal de Operação para o mês de janeiro de 2019, bem como os resultados de despacho térmico, CMO (Custo Marginal de Operação), energia natural afluente (ENA) e armazenamentos para a 2ª semana operativa do mês (de 05 a 11 de janeiro).

Abaixo apresentamos um resumo e os principais destaques deste documento.

Highlights do PMO

Custo Marginal de Operação (CMO) | Para esta 2ª semana operativa de janeiro, o CMO médio estabelecido para os submercados SE/CO e S apresentaram elevação, passando de R$139,45/MWh para R$140,97/MWh (+1,1%), enquanto que nos submercados NE e N o CMO passou de R$29,94 /MWh e R$29,48/MWh para R$104,46/MWh (+248,9%).

Como resultado, projetamos para esta semana operativa uma elevação generalizada do PLD em relação a semana anterior: SE/CO e S (de R$136,43/MWh); e NE e N (de R$53,86/MWh). A projeção da Pontoon-e aponta para os seguintes PLDs: SE/CO e S (~R$139/MWh); NE e N (~R$105/MWh).

Fatores determinantes do CMO | Para os subsistemas SE/CO e S, não houve variação significativa do CMO, quando comparado à revisão anterior. A atualização da previsão de vazões foi o principal fator que conduziu à elevação do CMO nos subsistemas NE e N. Para o subsistema N houve uma redução da previsão de ENA (Energia Natural Afluente) mensal de 16.502 MW médios para 14.074 MW médios (-2.428 MW médios).

Despacho Termelétrico | A deterioração da vazão esperada no subsistema N contribuiu para a decisão do ONS de elevar o despacho termelétrico para esta 2ª semana operativa (passou de 4,3 GW médios para 4,9 GW médios): (i) Inflexibilidade: 3,2 GW médios; (ii) Ordem de Mérito: 1,4 GW médios; e (iii) Restrição Elétrica: 0,4 GW médios.

Lembramos que o PLD para a semana de 05 a 11 de janeiro será publicado nesta sexta-feira (04/01), no final do dia.

PMO (Janeiro – 05 a 11/01) | Custo Marginal de Operação (R$/MWh) 
 
Fonte: ONS

Energia Natural Afluente (ENA) | A ENA esperada pelo ONS para a 2ª semana operativa em relação a semana anterior aponta, com exceção do SE,  para uma redução generalizada na afluência nos submercados: SE (de 72% para 75%), S (de 70% para 64%), NE (de 39% para 38%) e N (de 99% para 73%), confirmando a tendência de manutenção dos preços em patamares elevados, principalmente nos contratos mais curtos (M+1 e M+2).

O ONS estima para o mês de janeiro afluência recessiva na totalidade dos submercados: SE (de 82% para 83%), S (de 80% para 75%), NE (de 47% para 57%) e N (de 105% para 90%).

PMO (Janeiro – 05 a 11/01) | Energia Natural Afluente (%MLT)
  
Fonte: ONS

Armazenamento | Para o mês de dezembro (31/12) os valores finais dos níveis de armazenamento apresentados pelo ONS são: SE (27,6%), S (59,4%), NE (39,9%) e N (27,3%). Já a estimativa para o nível dos reservatórios para o final de janeiro (31/01) apresentou a seguinte evolução: SE (de 34,2% para 34,1%); S (de 58,9% para 57,2%), NE (de 46,0% para 49,3%) e N (de 32,2% para 26,0%).

PMO (Janeiro – 05 a 11/01) | Nível dos Reservatórios no dia 31/01 (%) 
 
Fonte: ONS

Carga de Energia | De acordo com o PMO publicado hoje, referente ao mês de janeiro, a estimativa de crescimento da carga no SIN realizada pelo ONS passou de +3,7% para +4,0%. Este crescimento reflete basicamente a forte expansão do consumo nos submercados sudeste, sul e nordeste: SE (de +4,1% para +4,3%), S (de +4,7% para +5,6%), NE (de +3,4% para +2,8%) e N (de -0,1% para +0,3%) que continua a registrar queda no consumo de energia devido a manutenção da carga reduzida de um único consumidor livre desde abril de 2018.

Vale destacar que o ONS (Operador Nacional do Sistema) elevou a estimativa de carga para o mês de janeiro (+177 MW médios) em relação à projeção da 1ª semana operativa. Este crescimento é reflexo da expansão do consumo nos submercados S (+112 MW médios), N (+70 MW médios) e SE (+60 MW médios).

PMO (Janeiro – 05 a 11/01) | Carga de Energia (MW médios)Fonte: ONS

Elevação do CMO no NE e N reflete a deterioração da expectativa de vazão no submercado N. A atualização da previsão de vazões foi o principal fator que conduziu à elevação do CMO nos subsistemas NE e N. Para o subsistema N houve uma redução da previsão de ENA (Energia Natural Afluente) mensal de 16.502 MW médios para 14.074 MW médios (-2.428 MW médios).

Pontoon-e projeta PLD da 2ª semana: SE/CO e S (~R$139/MWh); NE e N (~R$105/MWh). Esta elevação do CMO certamente manterá o PLD a ser anunciado no final do dia em patamares elevados, embora não tenha força para um novo “rebound” nos preços dos contratos mais curtos.

Mercado livre já antecipou boa parte desta hidrologia mais recessiva. Apesar das festas de final de ano, ao longo da última semana continuamos a observamos uma forte elevação nos preços da energia no mercado livre, tanto nos contratos mais curtos (Jan/19, Fev/19 e Mar/19), quanto nos contratos mais longos (Ano/2019 e 2º Sem/19), embora estes últimos ainda apresentem liquidez muito restrita, o que distorce a análise.

Em geral a atual curva de preços está muito “contaminada” com as seguidas e expressivas reduções nas projeções de afluência (ENA). Cabe ressaltar, entretanto, que estamos no início do período úmido e, portanto, em uma fase muito propensa a elevada pluviometria. Todas as atenções estão direcionadas nas previsões de ENA para as próximas duas semanas. Um eventual atraso na entrada da chuva pode ser o “missing piece” para uma forte elevação nos preços.

Pontoon-e | Preço Energia Mercado Livre (Média) vs. Preços Projetados Pontoon-e (SE/CO)  
 
Fonte: Pontoon-e

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *