Resumo do História

A CCEE (Câmara de Comercialização de Energia Elétrica) publicou nesta sexta-feira (19/10) o PLD para a 4ª semana operativa de outubro. Confirmando a expectativa da Pontoon-e, o PLD médio, válido para o período entre 20 a 26 de outubro, foi fixado em R$229,71/MWh em todos os submercados, revelando queda de 15% em relação ao PLD médio da semana anterior (R$270,28/MWh).

Razões para a queda do PLD |  Os  principais fatores para a queda do preço (PLD) nesta semana foram: (i) a atualização da Função de Custo Futuro (FCF), que reduziu o CMO (Custo Marginal de Operação) em todos os subsistemas do SIN (-R$31/MWh); (ii) a redução da estimativa da carga do mês de outubro (-R$4/MWh); e (iii) armazenamento acima do esperado (-R$3/MWh).

Abaixo apresentamos um resumo do PMO referente a semana de 20 e 26 de outubro, publicado na manhã de sexta-feira.

Energia Natural Afluente (ENA) |A ENA esperada pelo ONS para a 4ª semana operativa aponta para um expressivo aumento na afluência nos submercados SE (de 98% para 106%), S (de 112% para 132%) e N (de 53% para 66%). Já a estimativa ´´e de manutenção para o submercado NE (34%). O ONS estima para o mês de outubro afluência recessiva em todos os submercados: SE (de 94% para 100%), S (de 97% para 115%), NE (de 36% para 39%) e N (de 55% para 62%).

As afluências previstas para a terceira semana no SIN (Sistema Interligado Nacional) subiram 10 p.p. (de 88% para 98%), o que em termos de energia representa cerca de +3.900 MW médios. Este aumento nas afluências, principalmente no Sudeste e Sul, foram os principais responsáveis pela queda do PLD.

PMO (Outubro – 20 a 26/10) | Energia Natural Afluente (%MLT) 
 
Fonte: ONS

Carga de Energia | O ONS reduziu fortemente sua estimativa de carga para o mês de outubro. De acordo com o PMO publicado hoje, o ONS reduziu a previsão de crescimento da carga no SIN de +1,8% para +1,1%. O ONS reduziu as estimativas de carga na quase totalidade dos submercados: SE (de +2,2% para +1,4%), S (de +3,6% para +1,8%) e N (de -2,7% para -3,2%). A exceção foi o submercado NE (de +0,9% para +1,6%).

Em termos de energia esta nova estimativa implica em uma redução de -362 MW médios referente a 2ª semana operativa, de -516 MW médios nesta 3ª semana, e -1.034 MW médios para a 4º semana. Em relação ao mês de outubro o ONS reduziu a projeção de crescimento do SIN em -458 MW médios, basicamente refletindo o corte na carga dos submercados SE/CO e S.

PMO (Outubro – 20 a 26/10) | Carga de Energia (MW médios)Fonte: ONS

Armazenamento | Para o mês de setembro os valores esperados dos níveis de armazenamento final pelo ONS são: SE (23,3%), S (48,0%), NE (28,9%) e N (42,1%). Já a estimativa para o nível dos reservatórios para o final de outubro (31/10) publicada é a seguinte: SE (de 19,2% para 20,0%); S (de 62,9% para 70,7%), NE (de 24,6% para 25,3%) e N (de 30,4% para 27,2%).

Os níveis dos reservatórios do SIN ficaram cerca de 1.310 MW médios acima do esperado: SE (+1.020 MW médios); S (+380 MW médios); NE (+260 MW médios); e N (-350 MW médios).

PMO (Outubro – 20 a 26/10) | Nível dos Reservatórios no dia 31/10 (%) 
 
Fonte: ONS

GSF | O fator de ajuste do MRE para outubro foi revisto de 65,3% para 66,6%. A previsão de ESS (Encargos de Serviços do Sistema) para o período é de R$94 milhões, sendo R$79 milhões referentes à restrição operativa e os demais R$15 milhões à segurança energética.

CCEE | PLD da 4ª Semana Operativa: 20 a 26 de Outubro (R$/MWh)Fonte: CCEE


Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.