Resumo do História

A CCEE (Câmara de Comercialização de Energia Elétrica) publicou excepcionalmente nesta quarta-feira (14/11) o PLD para a 4ª semana operativa de novembro. Confirmando a expectativa da Pontoon-e, o PLD médio, válido para o período entre 17 a 23 de novembro, foi fixado em R$119,21/MWh em todos os submercados, revelando queda de -1,3% em relação ao PLD médio da semana anterior (R$120,77/MWh).

Razões para a queda do PLD | Os principais fatores responsáveis pela redução do PLD nesta semana foram a elevação das afluências do SIN (-R$2,3/MWh) e a consequente elevação nos níveis de armazenamento dos reservatórios (-R$1/MWh). Em contrapartida aos fatores citados, a redução das disponibilidades de geração, tanto hidráulica quanto térmica, e a elevação da carga, aumentaram o PLD. As elevações foram respectivamente de +R$0,40/MWh, +R$0,70/MWh e +R$0,85/MWh.

Abaixo apresentamos um resumo do PMO referente a semana de 17 e 23 de novembro, publicado na manhã de quarta-feira (14/11).

Energia Natural Afluente (ENA) | A ENA esperada pelo ONS para a 4ª semana operativa aponta para um expressivo aumento na afluência nos submercados SE (de 120% para 130%), NE (de 52% para 89%) e N (de 73% para 76%). Já a estimativa para o submercado sul é de queda: S (de 109% para 77%). O ONS estima para o mês de novembro afluência recessiva apenas nos submercados nordeste e norte: NE (de 70% para 77%) e N (de 81% para 72%). Para os demais submercados a estimativa é de hidrologia acima da média histórica (MLT): SE (de 116% para 120%), S (de 118% para 108%).

As ENAs esperadas para o SIN (Sistema Interligado Nacional) também estão mais otimistas, com índice em 109% da média.

PMO (Outubro – 17 a 23/11) | Energia Natural Afluente (%MLT)  
 
Fonte: ONS

Carga de Energia | De acordo com o PMO publicado hoje, referente ao mês de novembro, a estimativa de crescimento da carga no SIN realizada pelo ONS passou de +1,4% para +2,6%. Este crescimento reflete a expansão do consumo na quase totalidade dos submercados: SE (de +1,7% para +1,9%), S (de +0,4% para +5,9%) e NE (mantido em +3,5%). A exceção foi o submercado N (de -2,8% para -1,8%). De uma forma geral a estimativa de carga para o mês de novembro apresentada nesta 4ª semana operativa surpreende positivamente revertendo a expectativa inicial de queda na carga do SIN em todos os submercados.

Já a expectativa de carga para a próxima semana está +360 MW médios mais alta, elevação esperada no S (+310 MW médios) e no N (+50 MW médios). Nos demais submercados, a carga esperada segue inalterada na comparação com os índices previstos na semana anterior.

PMO (Outubro – 17 a 23/11) | Carga de Energia (MW médios)Fonte: ONS

Armazenamento | Para o mês de outubro (31/10) os valores esperados dos níveis de armazenamento final pelo ONS são: SE (20,0%), S (74,4%), NE (25,8%) e N (26,4%). Já a estimativa para o nível dos reservatórios para o final de novembro (30/11) publicada é a seguinte: SE (de 19,1% para 21,8%); S (de 73,7% para 72,2%), NE (de 26,3% para 29,8%) e N (de 18,6% para 19,1%).

Os níveis dos reservatórios do SIN ficaram cerca de +1.705 MW médios mais altos em relação ao esperado, com elevação no SE (+1.220 MW médios), no NE (+520 MW médios) e no N (+45 MW médios). Já no submercado S o nível dos reservatórios está mais baixo: S (-80 MW médios).

PMO (Outubro – 17 a 23/11) | Nível dos Reservatórios no dia 30/11 (%)  
 
Fonte: ONS

GSF | O fator de ajuste do MRE  para novembro passou de 77,7% para 78,7%. A previsão de ESS (Encargos de Serviços do Sistema) para o mês de novembro é de R$107,9 milhões, sendo R$70,3 milhões referentes à restrição operativa e R$37,6 milhões referentes à reserva operativa de potência.

CCEE | PLD da 4ª Semana Operativa: 17 a 23 de Novembro (R$/MWh)Fonte: CCEE


Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *