Resumo do História

A CCEE (Câmara de Comercialização de Energia Elétrica) publicou nesta sexta-feira (09/11) o PLD para a 3ª semana operativa de novembro. Confirmando a expectativa da Pontoon-e, o PLD médio, válido para o período entre 10 a 16 de novembro, foi fixado em R$120,77/MWh em todos os submercados, revelando aumento de 19,5% em relação ao PLD médio da semana anterior (R$149,95/MWh).

Razões para a queda do PLD | O principal fator responsável pela redução do PLD foi a elevação das afluências do sistema, sobretudo no Sudeste com a ENA passando de 91% para 120% da média de longo termo (MLT). Esta expressiva elevação da afluência reduziu o PLD da 3ª semana operativa em -R$ 28/MWh.

Abaixo apresentamos um resumo do PMO referente a semana de 10 e 16 de novembro, publicado na manhã de sexta-feira.

Energia Natural Afluente (ENA) | A ENA esperada pelo ONS para a 3ª semana operativa aponta para um ligeiro aumento na afluência nos submercados SE (de 91% para 120%), NE (de 39% para 52%) e N (de 54% para 73%). Já a estimativa para o submercado sul é de queda: S (de 124% para 109%). O ONS estima para o mês de novembro afluência recessiva apenas nos submercados nordeste e norte: NE (de 59% para 70%) e N (de 69% para 81%). Para os demais submercados a estimativa é de hidrologia acima da média histórica (MLT): SE (de 103% para 116%), S (de 111% para 118%).

Vale ressaltar, que a redução do PLD se deu principalmente em função da expectativa de elevação nas afluências previstas para o SIN (de 97% para 108%), o que em termos de energia representa +5.800 MW médios. Para esta semana, as afluências estão melhores em todos os submercados, com destaque para o SE, que representa +4.100 MW médios da elevação total.

PMO (Outubro – 10 a 16/11) | Energia Natural Afluente (%MLT) 
 
Fonte: ONS

Carga de Energia | De acordo com o PMO publicado hoje, referente ao mês de novembro, a estimativa de crescimento da carga no SIN realizada pelo ONS passou de +2,1% para +1,4%. Este crescimento reflete a expansão do consumo na quase totalidade dos submercados: SE (de +2,3% para +1,7%), S (de +1,2% para +0,4%) e NE (mantido em +3,5%). A exceção foi o submercado N (de -0,8% para -2,8%). De uma forma geral a estimativa de carga para o mês de novembro apresentada nesta 3ª semana operativa confirma tendência de revisão para baixo das estimativas inicias de carga do SIN em todos os submercados.

A expectativa é que a carga esperada para a 3ª semana fique em torno de 91 MW médios mais alta, sendo esta elevação esperada exclusivamente no SE. Já a carga esperada para a 4ª semana operativa deve ficar -100 MW médios mais baixa, com redução apenas no N (-100 MW médios). Já em relação ao mês de novembro, as novas estimativas publicadas pelo ONS implicam em um corte de -437 MW médios, tendo como principais destaques negativos os submercados SE (-254 MW médios), N (-111 MW médios) e S (-80 MW médios).

PMO (Outubro – 10 a 16/11) | Carga de Energia (MW médios)Fonte: ONS

Armazenamento | Para o mês de outubro (31/10) os valores esperados dos níveis de armazenamento final pelo ONS são: SE (20,0%), S (74,4%), NE (25,8%) e N (26,4%). Já a estimativa para o nível dos reservatórios para o final de novembro (30/11) publicada é a seguinte: SE (de 20,4% para 19,1%); S (de 65,9% para 73,7%), NE (de 26,1% para 26,3%) e N (de 19,0% para 18,6%).

Os níveis dos reservatórios do SIN ficaram cerca de +1.300 MW médios mais altos em relação ao esperado, com elevação em todos os submercados: S (+525 MW médios), NE (+105 MW médios), SE (+610 MW médios) e N (+60 MW médios).

PMO (Outubro – 10 a 16/11) | Nível dos Reservatórios no dia 30/11 (%) 
 
Fonte: ONS

GSF | O fator de ajuste do MRE  para novembro se manteve em 77,7%. A previsão de ESS (Encargos de Serviços do Sistema) para o mês de novembro é de R$95 milhões, sendo R$71 milhões referentes à restrição operativa e R$24 milhões referentes à reserva operativa de potência.

CCEE | PLD da 3ª Semana Operativa: 10 a 16 de Novembro (R$/MWh)Fonte: CCEE


Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *