Na contramão dos discursos de campanha e depois das eleições, o Governo Federal interferiu na política da Petrobras, impedindo que aumentasse os preços conforme regras estabelecidas pela empresa.

Péssima iniciativa, claro!

Mas o pior é a subserviência dos dirigentes da empresa, dos órgãos reguladores, do ministério de minas e energia, que contrariamente aos bons critérios de governança corporativa simplesmente aquiesceram.

Uma vergonha nacional. O que de fato prevalece é uma nomenklatura que estabelece o se faz ao melhor estilo populista, cujos resultados são mais do que conhecidos.


Petrobrás, diesel price and populism

Contrary to campaign speeches and after the elections, the Federal Government interfered in Petrobras policy, preventing it from raising prices according to rules established by the company.

Poor initiative, of course!

But the worst is the subservience of company leaders, regulators, mines and energy ministries, who, contrary to good corporate governance criteria, have simply acquiesced.

A national shame. What really prevails is a nomenklatura that establishes what is done to the best populist style – results are more than known.


 

Compartilhe:
Rafael Herzberg
Rafael Herzberg é consultor independente para assuntos de energia por mais de 30 anos. Premiado no Brasil e Estados Unidos por cases de eficiência energética, geração on-site e projetos to-the-fence. Palestrante no Brasil e Estados Unidos em eventos de energia. Presta consultoria para clientes consumidores de energia (indústria, comércio e instituições), ofertantes de soluções em energia, concessionárias e comercializadores de energia além de ser convidado para atuar em casos de arbitragem de contratos de energia.
http://pontoon-e.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *