A cúpula climática de São Francisco, “BMW i3 ChargeForward”, mostra como a cobrança inteligente pode beneficiar tanto a mobilidade elétrica quanto a transição para um futuro energético sustentável.

Na Cúpula Mundial sobre Ação Global pelo Clima (12 a 14 de setembro de 2018), em São Francisco, o BMW Group e a PG & E apresentam os resultados de seu projeto “ChargeForward” em prol da maximização do uso de eletricidade gerada por recursos renováveis ​​para carregar carros elétricos.

As principais descobertas são:

–  Os veículos elétricos podem ajudar a estabilizar a rede elétrica pública e maximizar a utilização de renováveis.
–  Os motoristas estão dispostos a mudar seus hábitos de cobrança para se alinharem com as energias renováveis, respondendo a mensagens e incentivos corretos.
–  As empresas de energia podem ajudar na utilização de energias renováveis durante o dia, apoiando as empresas com pontos de recarga no local de trabalho.
–  O compartilhamento de dados com outros motoristas é um motivador para muitos participantes.
–  Programas como o “ChargeForward” melhoram a compreensão dos clientes sobre como a rede funciona, o que os ajuda a se tornarem consumidores de energia mais instruídos.

A conclusão é que os proprietários de carros elétricos poderiam disponibilizar suas baterias de alta tensão como um amortecedor flexível para a energia gerada de fontes renováveis. Ao mesmo tempo, eles poderiam receber bônus, carregando seu veículo na melhor hora possível – e, portanto, maximizando a proporção de energia solar que usam – estando  em casa ou não e utilizando pontos públicos de recarga.

Segundo o Dr. Joachim Kolling, chefe de serviços de energia e mobilidade do BMW Group, “Nossa meta é oferecer energia de carga gerada com as menores emissões de CO2 possíveis a preços mais atrativos para os motoristas de nossos carros elétricos”,

Steve Malnight, vice-presidente sênior de Suprimento de Energia e Política da Pacific Gas & Electric acrescenta que,  “À medida que a Califórnia avança rumo a uma economia livre de carbono, essa colaboração demonstra como concessionárias e montadoras podem se associar para utilizar a rede elétrica de forma mais eficiente por meio de cobranças inteligentes e gerenciadas. Juntos estamos abrindo caminho para o rápido crescimento de carros elétricos e alcançando um crescimento limpo e sustentável”.

O projeto “ChargeForward” oferece mobilidade elétrica neutra em termos de CO2, aproximando a eletricidade eficiente e ecologicamente. O projeto de inovação lançado pela BPM e pelo fornecedor de energia Pacific Gas & Electric (PG & E) na Baía de San Francisco na Califórnia está em funcionamento desde 2015. Atualmente, 350 proprietários de veículos elétricos das marcas BMW e MINI que também têm contrato de fornecimento da PG & E estão participando da frota pioneira.

O projeto lançado em 2015, busca preencher a lacuna entre os veículos elétricos e a rede pública, e iniciou com cerca de 100 motoristas BMWi3 que baixaram um aplicativo ChargeForward. O aplicativo possibilitava o carregamento flexível de veículos da rede elétrica. Isso significava que o processo de carregamento poderia ser pausado quando a grade apresentasse uma demanda particularmente alta e, em seguida, reiniciado quando o pico tivesse diminuído novamente. Os motoristas seriam informados de qualquer pausa de cobrança por uma mensagem no smartphone. Como um cliente raramente precisa usar o tempo todo que seu veículo está estacionado para carregar, em muitos casos eles poderiam se beneficiar de períodos em que a eletricidade está disponível a um custo menor.

Desde 2017, os resultados da segunda fase do projeto mostraram como uma estratégia de cobrança flexível pode contribuir não apenas para estabilizar a rede, mas também para aumentar a proporção de energia renovável fornecida. Cerca de 350 motoristas da BMW i que participaram do projeto “ChargeForward” foram solicitados a carregar as baterias de seus veículos durante o dia, priorizando assim a utilização de energia solar. Isso significou que aproximadamente 56% da energia que eles alimentavam em seus veículos durante o período de testes poderiam ser adquiridos de forma renovável. Como comparação, a porcentagem média de energia renovável para os EUA era de apenas 22%.

Ao avançar com o projeto “ChargeForward” as empresas estão mostrando seu compromisso de incentivar ro uso  inteligente de energia e o compromisso de integrar os veículos elétricos a rede de energia pública de forma eficiente.

O objetivo final do projeto é não somente de maximizar o uso de eletricidade de origem renovável, mas também devolver energia á rede elétrica, nos períodos de falta de eletricidade a partir de recursos renováveis. Agindo como instalações temporárias de armazenamento de energia, as baterias dos veículos podem ajudar a estabilizar o fornecimento de energia.

 

Fonte: BMW Group, press


 

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *