Luiz Eduardo Barata anunciou que o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) migrará para o mercado livre e promoverá um leilão para buscar contratos de suprimento para suas três unidades operacionais, localizadas em Recife, Rio de Janeiro e Florianópolis.

sonnydelrosario / Pixabay

Segundo Barata espera-se uma economia de R$ 2,5 milhões no período de 2019 a 2022, o que representa 14% dos seus custos operacionais.

A decisão demonstra a robustez e maturidade do mercado livre e seu potencial para gerar economia, com a redução dos custos com a compra de energia elétrica.

Essa é a razão pela qual a Associação Brasileira dos Comercializadores de Energia (ABRACEEL) vem trabalhando na campanha para aumentar o escopo do mercado livre, até que todo consumidor brasileiro possa escolher e negociar as condições de aquisição de eletricidade.

A ABRACEEL e suas associadas criaram um website chamado Quero Energia Livre onde o consumidor pode simular sua economia caso optasse por migrar para o mercado livre.

No site, o leitor, se desejar, pode aderir a um abaixo assinado que visa pressionar o Congresso a prosseguir com a tramitação dos Projetos de Lei – PL 1917/2015 e PLS 232/2016.

Grosso modo, esses projetos buscam implantar a portabilidade da conta de luz, possibilitando que, no futuro, qualquer brasileiro possa escolher seu fornecedor de eletricidade e negociar as condições do suprimento.


 

Compartilhe:
Ana Amélia de Conti Gomes
Ana Amélia de Conti Gomes é economista, formada na Universidade Federal de Minas Gerais, e mestre em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina. Possui MBA pela Fundação Dom Cabral e post-MBA concedido pelas instituições americanas: University of the North Carolina e Northwestern University Kellog School of Management. Trabalhou por 10 anos na Companhia Energética de Minas Gerais – CEMIG, na área de planejamento econômico-financeiro. Além de finanças, na AES SUL e ENRON/SCGAS liderou a área de tarifas de energia elétrica e gás natural, respectivamente. Mais tarde, na DUKE ENERGY, somou experiências de liderança em várias áreas tais como desenvolvimento de negócios, regulação setorial, comunicação, sustentabilidade e relações governamentais, chegando a liderar a equipe de relações institucionais de toda a América Latina. Atualmente, é sócia e diretora executiva da Comercializa Energia Ltda.
http://www.comercializaenergia.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *