REUTERS | A carga de energia do sistema elétrico interligado brasileiro deve avançar 2,2% em setembro ante o mesmo mês do ano passado, versus previsão de alta de 1,7% no relatório da semana anterior, projetou o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) em boletim nesta sexta-feira.

Soma do consumo com as perdas na rede, a carga deve avançar mais fortemente no Sul (5,2%) e no Norte (5%), regiões nas quais as previsões sofreram poucas alterações, enquanto no Sudeste a estimativa agora é de aumento de 1,5% (ante 0,6% no relatório da semana anterior). No Nordeste, o ONS prevê queda de 0,1%, ante alta de 0,4% na previsão da semana passada.

Já as chuvas na região das hidrelétricas do Sudeste, que concentram os maiores reservatórios, devem representar 75% da média histórica no mês, previsão praticamente estável. No Nordeste, segundo em reservatórios, elas foram estimadas em 43% (estável ante projeção anterior).

Para o Sul, o ONS reduziu a previsão de chuvas para 37% da média histórica, versus 55% no relatório da semana anterior.

Por Roberto Samora

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *