São cerca de 15 mil que já custaram 3 bilhões de dólares e requerem outros 30 bilhões de dólares para serem concluídas. Enquanto isso apenas gerou-se custos – sem qualquer valor associado para o país.

Trata-se de um gigantesco desperdício lastreado na corrupção, má gestão e, erros técnicos, envolvendo obras em praticamente todas as áreas: infraestrutura, energia, educação, saúde, etc.

A sugestão que apresento é simples MAS demanda atitude de honestidade e retidão de princípios (recursos escassos no Brasil): não abrir obras novas (nível municipal, estadual ou federal) sem que todas que tenham sido iniciadas sejam concluídas.

Trata-se apenas de coerência e eficiência do uso dos recursos públicos obtidos a partir do suor do povo brasileiro (impostos pagos).


Public constructions stoppages: suggestion

There are about 15,000 constructions that have cost already USD 3 billion and require another USD 30 billion to complete. In the meantime, it only generated costs – without any associated value for the country.

This is a gigantic waste, backed by corruption, mismanagement and technical errors, involving constructions in virtually all areas: infrastructure, energy, education, health, etc.

The suggestion that I present is simple BUT it demands an attitude of honesty and rectitude of principles (scarce resources in Brazil): not initiating new constructions (municipal, state or federal level) without all that have been initiated are concluded.

It is only about efficiency of the use of public resources obtained from the sweat of the Brazilian people (taxes paid).


 

Compartilhe:
Rafael Herzberg
Rafael Herzberg é consultor independente para assuntos de energia por mais de 30 anos. Premiado no Brasil e Estados Unidos por cases de eficiência energética, geração on-site e projetos to-the-fence. Palestrante no Brasil e Estados Unidos em eventos de energia. Presta consultoria para clientes consumidores de energia (indústria, comércio e instituições), ofertantes de soluções em energia, concessionárias e comercializadores de energia além de ser convidado para atuar em casos de arbitragem de contratos de energia.
http://pontoon-e.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *