Energética é a mais nova integrantes do mercado da B3

IPO da Neoenergia é o maior do setor desde 2004

​​​​Empresa continuará a trabalhar na transição energética por meio da descarbonização da economia.

A Neoenergia, uma das líderes do setor de energia no Brasil, finalizou nesta segunda-feira, 1/7, o processo de IPO (oferta pública de ações) na B3, em São Paulo. A oferta é um marco na história da companhia, que passa a ingressar o Novo Mercado da B3, mais elevado nível de governança corporativa de empresas listadas na Bolsa.

No Brasil desde 1997, a companhia seguirá focada em manter os negócios e os serviços no país, onde está presente em 18 estados, oferecendo a melhor experiência para seus 34 milhões de clientes. O compromisso da Neoenergia com a demanda por fornecimento de energia eficiente e sustentável inclui investimentos entre 2018 e 2022 de aproximadamente R$ 30 bilhões no Brasil. A empresa tem um sólido histórico de crescimento, com investimentos de longo prazo, que fortalecem sua confiança no país.

Nova estrutura de capital 

Com a oferta de ações, a Iberdrola segue como controladora da Neoenergia, com participação acionária de 50%, mais uma ação. O Banco do Brasil, presente no capital da empresa desde 1997, vendeu sua fatia de 9,3% na Neoenergia. A Previ, por seu turno, reduziu sua participação para 32,9%, mantendo-se como um acionista relevante e um investidor de longo prazo.

Transição energética e descarbonização 

A Neoenergia segue com foco na transição energética por meio da descarbonização da economia, tendo feito investimentos em geração de energia renovável, principalmente, eólica – na qual a empresa já é uma das líderes no Brasil. A companhia mantém sua estratégia em distribuição, segmento que vem destinando aproximadamente 60% do CAPEX, bem como em transmissão de energia, negócio essencial para a interconexão das diferentes regiões e melhor aproveitamento dos recursos energéticos.

A Neoenergia é uma empresa integrada com ativos localizados nos principais polos consumidores do país. Isso permite capturar o incremento da demanda de energia – que já é uma realidade e deve se acelerar diante do crescimento econômico.

Para alcançar as metas da Organizações das Nações Unidas (ONU) de redução de emissões de gases de efeito estufa é necessário o empenho de todos (governo, empresas e sociedade) com objetivo de assegurar uma transição energética eficiente. A Neoenergia está engajada nesse propósito, por meio de tecnologias de rede, geração de energia limpa e eficiência energética. A estratégia está em linha com a aposta iniciada há mais de 20 anos pela Iberdrola, controladora da empresa brasileira.

Eletrificar a economia do Brasil é imperativo na Era Digital e das Cidades Inteligentes. A presença da Neoenergia da geração à comercialização de energia renovável, a custo competitivo e disponível com segurança e qualidade em todas as regiões do país, resulta em desenvolvimento sustentável, bem-estar da população, inclusão social e qualidade de vida.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *