Nosso perfil cultural tem uma característica muito marcante: evitamos tomar decisões.

No ambiente empresarial e institucional a regra é tomar distância dos problemas. Para que não nos “exponhamos”. Afinal se alguém outro colocar a “cara para bater”, porque eu?

Aquela boa conversa, a facilidade no relacionamento, o trato respeitoso e cordial, sempre nos coloca – potencialmente – em posição de conciliadores. Uma qualificação muito valiosa em nosso meio.

E assim, a expectativa mais realista é continuar “tudo igual”, sem “grandes sobressaltos”, com confortável previsibilidade. Olhamos pelo espelho retrovisor para fazer alocação de recursos futuros. Fica tão mais fácil!

O “único” e devastador problema é que estamos perdendo – e feio – quando o assunto é competitividade. Internamente estamos quebrados, com desemprego entre os maiores do planeta e o crescimento do PIB na rabeira do mercado global.

Quando tomaremos ciência de que é nossa atitude que deve mudar?


Brazil: we are not decision makers!

Our cultural profile has a very striking feature: we avoid making decisions.

In the corporate and institutional environments the rule is to step back from problems – not “exposing ourselves”.

Our nice and smooth talk, the ease with relationships, the respectful and cordial treatment, always puts us – potentially – in a conciliatory position. A very valuable qualification in our country.

And so the most realistic expectation is to continue “all the same,” without “big fuss” with comfortable predictability. We look in the rearview mirror to make future resource allocations. It is so much easier!

The “unique” and devastating problem of our trait is that we are losing – and badly – when it comes to competitiveness. Internally we are bankrupt. Unemployment is among the largest on the planet and GDP growth needs a powerful lens to be seen!

When will we become aware that it is our attitude that must change?


 

Compartilhe:
Rafael Herzberg
Rafael Herzberg é consultor independente para assuntos de energia por mais de 30 anos. Premiado no Brasil e Estados Unidos por cases de eficiência energética, geração on-site e projetos to-the-fence. Palestrante no Brasil e Estados Unidos em eventos de energia. Presta consultoria para clientes consumidores de energia (indústria, comércio e instituições), ofertantes de soluções em energia, concessionárias e comercializadores de energia além de ser convidado para atuar em casos de arbitragem de contratos de energia.
http://pontoon-e.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *