Chuva continua e nível dos rios sobe no RJ

Com a continuidade da chuva, o nível dos rios continuava a subir  na noite da quinta-feira, 8 de março, e preocupa cada vez mais. Segundo o Instituto Estadual do Ambiente (INEA), por volta das 21 horas, os rios Macacu (Cachoeiras de Macacu), Inhomirim, em Magé, Iconha , em Guapimirim, Canal de Imunana, em Itaboraí, rio Guapimirim, em Guapimirim, e Tatu, em Cachoeiras de Macacu, mantinha tendência de elevação.

Em Duque de Caxias,  o rio Saracuruna estava no estágio de “alerta máximo”,  acima da cota de alerta que é de 3,04 metros, mas com tendência de baixar. O rio Capivari também estava em “alerta máximo”,  com tendência de estabilidade. Na região de Teresópolis e de Nova Friburgo, os rios monitorados pelo INEA estavam em atenção às 21 horas. Em Petrópolis, o rio Quintandinha chegou a atingir a cota de alerta na altura da rua Coronel Veiga.

Na região Sul Fluminense e Costa Verde, os rios estavam quase todos apenas em atenção. Mas o rio Barra Mansa transbordou na madrugada, baixou pela manhã, mas voltou a ficar muito próximo do extravasamento no começo da tarde. Às 20 horas, o nível do rio já estava pouco abaixo da cota de alerta.

Em Santo Antônio de Páduario Pomba subiu nas últimas 24 horas e atingiu a cota de alerta nesta quinta-feira, 8 de março, segundo o Instituto Estadual do Ambiente. A última medição disponível era das 19h45 e o nível do rio, na ponte Paraoquena, estava em 3,27 metros, com tendência de elevação. A cota de transbordamento é em 3,85 metros.

Chuva preocupa no Norte Fluminense e Lagos

A chuva se intensificou tarde e noite da quinta-feira na região dos Lagos e em todo o Norte/Noroeste fluminense. A situação em Saquarema já era muito preocupante por volta das 21 horas da quinta-feira, 8 de março, poque o volume de chuva acumulado em 7 horas (12h a 20h) já estava em 98,8 mm, segundo o INMET. 

A sexta-feira ainda é de alerta nestas regiões. O tempo fica muito instável na região dos Lagos e em todo o Norte/Noroeste fluminense com previsão de chuva quase o dia todo. Mas desta vez, a previsão é de chuva bastante volumosa com potencial para alagamentos nos centros urbanos, deslizamento de terra e transbordamento de rios e córregos. Em Santo Antônio de Páduario Pomba subiu nas últimas 24 horas e atingiu a cota de alerta nesta quinta-feira, 8 de março, segundo o Instituto Estadual do Ambiente.

Volumes de chuva muito elevados são esperados especialmente para a região dos Lagos. Alguns locais poderão acumular de 100 mm a 200 mm em 24 horas. Isto significa que em 24 horas pode chover mais do que a média normal para o mês de março. Para Cabo Frio, por exemplo, a média de chuva para março é de aproximadamente 60 mm. A região de Campos dos Goytacazes também está sujeita a chuva forte.

Para o Grande Rio, Região Serrana, Costa Verde e Sul Fluminense também há previsão de chuva para esta sexta-feira. A chuva pode ser moderada a persistente na madrugada e até pela manhã, mas deve enfraquecer no decorrer do dia. Há possibilidade de aberturas de sol. A temperatura permanece amena inclusive na cidade do Rio de Janeiro.

Fim de semana com mais chuva

Mesmo com a previsão de períodos com sol e até calor no fim de semana, o estado do Rio de Janeiro não estará livre de temporais. O Rio de Janeiro sentiu e os efeitos da grande infiltração de umidade causada pela passagem de uma frente fria. Tecnicamente esta frente fria já está no Espírito Santo, mas áreas de instabilidade ainda vão se formar sobre o estado do Rio de Janeiro.

No fim de semana, há previsão de uma queda acentuada da pressão atmosférica entre o litoral do Rio e do Espírito Santo, o que vai estimular a formação de mais nuvens carregadas. Estas nuvens podem se formar no fim de semana em diversas regiões do estado do Rio de Janeiro, em geral à tarde e à noite, podendo provocar chuva forte, com raios.

Outono de 2018  começa no dia 20 de março às 13h14,horário de Brasília.

e termina em 21 de junho de 2018.


 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *