O mundo dos negócios se acostumou por décadas a fio, com a postura “lean and mean”. Empresas e instituições sempre estimuladas a ter sua administração enxuta e eficiente – nada acima do necessário.

A pandemia trouxe um novo desafio. Do emblemático “just in time” tão conhecido como ferramenta deve surgir agora o “just in case”. Trata-se de uma conduta voltada à mitigação de imprevistos.

Por um “prêmio” (de custos) surgirá o valor do “seguro” para lidar com riscos que até agora estavam fora da pauta de diretores e conselheiros.

Minha avaliação é a de que ofertantes e demandantes que atuam na área de energia irão gradativamente incluir em suas soluções mecanismos que trarão esta segurança tão desejada.

Você sente a necessidade de prospectar itens de “valor agregado” que poderiam entrar na lista das suas explorações?


Changing paradigms

The business world has gotten used to the “lean and mean” posture. Companies and institutions were always encouraged to operate at a condition of “nothing more than necessary”. For competitive reasons, of course.

The pandemic brought a new challenge. From the emblematic “just in time” widely used as a management tool to a “just in case” most probably will emerge. It is a conduct aimed at mitigating unforeseen circumstances.

For a “premium” (of costs), the value of “insurance” will deal with risks that until now were outside the agenda of managers and board members.

My assessment is that suppliers and their clients who work in the energy area, will gradually include mechanisms to bring the much desired security in their solutions.

Do you feel the need to search for “value added” items that should be explored?


 

Compartilhe:
Rafael Herzberg
Rafael Herzberg é consultor independente para assuntos de energia por mais de 30 anos. Premiado no Brasil e Estados Unidos por cases de eficiência energética, geração on-site e projetos to-the-fence. Palestrante no Brasil e Estados Unidos em eventos de energia. Presta consultoria para clientes consumidores de energia (indústria, comércio e instituições), ofertantes de soluções em energia, concessionárias e comercializadores de energia além de ser convidado para atuar em casos de arbitragem de contratos de energia.
http://pontoon-e.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *