Os profissionais da área de energia no Brasil vêm a algumas décadas buscando implementar mudanças no setor mas elas sempre aconteceram de forma lenta e à muito custo.

Nos últimos anos ocorreram alterações, mas o momento atual é de grande agitação. Finalmente depois de muita pressão do mercado estamos vendo reais mudança no setor de energia no país.

Não posso deixar de reforçar as grandes mudanças como a implantação do Mercado Livre de Energia, bem como a inserção da Geração Eólica, da ação que pouco a pouco a Geração Fotovoltaica e o Pré-Sal Brasileiro (que claro, poderia estar MUITO melhor).

Mas o momento atual além de iniciar a consolidação de todas estas conquistas, começa a se movimentar em outras ações também.

Os conceitos de geração centralizada, sistema integrado de transmissão, áreas de concessão das distribuidoras e cliente cativo, onde tudo isto visava uma garantia e robustez ao setor já não é válido.

A Geração Distribuída está no início de seu enorme potencial no país, linhas de transmissão com distâncias menores, mercado livre, consumidor livre e contente com uma redução de custos do insumo; já são realidades atuais.

A qualidade de energia ainda é um desafio para se conquistar, mas pouco a pouco, novidades também se permeiam agora.

As redes inteligentes vêm ganhando força no país e é um caminho sem volta, afinal as “Smart Cities” estão cada vez mais próximas de um futuro a poucos metros.

A precificação da energia elétrica no mercado de curto prazo, como agora já em 2020 a implantação do preço horário sombra, trás nova movimentação ao mercado.

O mercado de gás com o lançamento do programa Novo Mercado de Gás junto com todas ações já realizadas realmente pode trazer novidades (é o que esperamos)!

Sabemos que é possível que as ações ocorram num tempo diferente, mas qual é este tempo?

Portanto temos que ficar atentos às mudanças e conhecedores do que está acontecendo no mercado. Para os investidores, as oportunidades aparecem e somem diariamente.

Quando recebi a informação que a partir de agora a Ponton-e acaba de disponibilizar ferramentas de avaliação de projetos, bem como um banco de dados com avaliação de milhares de projetos, trás mais motivação e alegria para o mercado, pois reforça com competência o momento transformador do Brasil.


 

Compartilhe:
Rodrigo Aguiar Lopes
Sócio-diretor da empresa AGES Consultoria e Projetos Ltda, Diretor do Departamento de Infraestrutura da FIESP, Engenheiro Elétrico, MBA no IBMEC em Gestão Empresarial e pós-graduação na FGV-SP em Administração. 20 anos de experiência profissional na área de Energia, com foco em projetos de Eficiência Energética. Implantou mais de 1.500 projetos de eficiência energética pelo país nos diversos segmentos e setores. Foi presidente da ABESCO (Associação Brasileira das Empresas de Conservação de Energia).
http://www.agesconsultoria.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *