O ministro de Minas e Energia, Moreira Franco, disse que “o consumidor de energia é assaltado a cada setembro por um cartão vermelho sem sequer entender o que está pagando”. A declaração foi feita ontem ,13/11, no lançamento do aplicativo Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), na sede da instituição, em Brasília.

“A Aneel está começando a colocar luz sobre o quanto as pessoas pagam pelo bem que consomem. O direito de cada um é o de pagar de maneira justa pelo que consome”, destacou.

Aplicativo é início de uma ruptura

“Um serviço (de fornecimento de energia) deve ser olhado como uma prestação à população. E não para criar, como na ideologia soviética, ou na representação ideológica de um sistema fechado, que vê determinados bens não para servir as pessoas, mas para propiciar crescimento econômico, criação de potência, riqueza generalizada, e que as pessoas acabam sendo tratadas como coisas”.

Para Moreira Franco, o aplicativo disponibilizado pela Agência marca “o início de uma ruptura” na direção da transparência no modelo de organização do sistema elétrico no País.

 Entenda sua Conta

Um dos principais serviços oferecidos é o Entenda sua Conta, por meio do qual o consumidor poderá conhecer os itens que compõem o valor da fatura de energia, utilizando simulações interativas para contas de luz de clientes residenciais.

O aplicativo já está disponível para os sistemas operacionais Android e iOS. A plataforma facilita o registro e acompanhamento de solicitações de ouvidoria (reclamações, sugestões, elogio e denúncias), apresenta orientações sobre os principais procedimentos relacionados ao fornecimento de energia e informações gerais sobre o setor elétrico.

 

Fonte: Assessoria de comunicação social do MME


 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *