O ministro interino de Minas e Energia, Márcio Félix, participou nesta segunda-feira (24) da abertura da Rio Oil & Gas, o maior evento do setor realizado no País. Em sua 19ª edição e com tema “Transformando Desafios em Oportunidades”, o Congresso reúne toda a cadeia produtiva do segmento de óleo e gás até o próximo dia 27 de setembro.
Durante entrevista a jornalistas, Márcio falou sobre a boa expectativa para o leilão da 5ª Rodada do Pré-Sal, marcado para próxima sexta-feira (28). “A avaliação é positiva porque é o último leilão de 2018, o que o torna muito atraente”, afirmou.
Márcio Félix também participou de uma mesa plenária com o tema “Diversidade de gênero, agregando valor ao negócio”, em que debateu mudanças estruturais e culturais para a inclusão da diversidade na gestão pública e privada.  O ministro em exercício destacou as importantes iniciativas de políticas afirmativas promovidas pelo Ministério de Minas e Energia (MME). Dentre elas, a instalação do Comitê Permanente de Gênero, Raça e Diversidade do MME e Entidades Vinculadas (Cogemmev), que integra 26 entidades, entre agências reguladoras, empresas públicas e estatais, com o objetivo de conscientizar sobre o respeito à diversidade sexual e a identidade de gênero. A coordenadora do Cogemmev, Márcia Figueiredo, também participou do evento.
Félix ressaltou que o MME também se destaca na política de cotas raciais para estagiários que se declaram negros ou pardos. A pasta mantém os 30% das vagas destinadas preenchidas, conforme prevê o Decreto Nº 9.427/18. “Essas determinações mostram a necessidade de novas formas de gestão, além de obrigar melhorias em processos internos para o tratamento igualitário. Isso é bom para o colaborador e para o Ministério”, frisou.
Nas empresas vinculadas, ações como a adoção do uso do nome social por empregados transgêneros, medidas para equilibrar responsabilidade familiar e profissional, iniciativas de apoio ao aleitamento materno, cartilhas sobre assédio moral e diversos outros projetos foram instituídos.
Sobre o desequilíbrio entre homens e mulheres em cargos de alto comando na área de mineração e energia, Félix apresentou a iniciativa das servidoras do MME Agnes da Costa, diretora de Programa da Assessoria Especial de Assunto Econômicos, e Renata Isfer, consultora jurídica, que iniciaram o projeto #elasexistem, com o objetivo de preparar uma lista de nomes de mulheres que podem ser indicadas para assumir cargos de liderança no Ministério de Minas e Energia.
“O Governo brasileiro é um agente importante para apoiar, fomentar, propor e desenvolver ações efetivas de desenvolvimento inclusivo. No entanto, os funcionários, a sociedade civil e o mercado têm um papel decisivo para dar continuidade à modernização das ações e mudanças sociais”, finalizou Márcio Félix.

Rio Oil & Gas

A Rio Oil & Gas é promovida a cada dois anos pelo Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás e Biocombustíveis (IBP). Este ano, o encontro sintetiza o cenário de retomada da indústria, com a recuperação dos preços do petróleo e novos leilões previstos para 2018 e 2019. Através do congresso, da exposição e de eventos paralelos, o evento vai discutir as perspectivas e caminhos para o futuro da indústria no Brasil e no mundo.
Fonte: Assessoria de Comunicação Social – Ministério de Minas e Energia


 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *