Diferentemente do informado pela organização do leilão de transmissão, o certame que estava previsto para ser iniciado às 10h20 após ser suspenso de seu horário original, que era às 9h, continua sem previsão de início. O governo não obteve a decisão favorável para iniciar a disputa que foi interrompida por conta de uma liminar obtida pela JAAC, empresa que realizou aporte de garantias em desacordo com as regras do edital e havia sido inabilitada a entrar na disputa.

De acordo com o diretor da Aneel, André Pepitone, já havia um acordo com os representantes dessa empresa e que os trãmites burocráticos para liberar o início do leilão estavam em andamento. A decisão do TRF-1 impedia a realização do leilão sem a participação da JAAC que fez o aporte em nome de um consórcio e que configurou uma nova inscrição, o que não era permitido. Apesar de não haver previsão para a abertura do evento, a expectativa minutos atrás era a de que até meio-dia pudesse ser iniciada a licitação dos 20 lotes que estão previstos de serem concedidos.


 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *