Uma parte do mercado vem pressionando para que haja um leilão de térmica para o nordeste, com o posicionamento que precisamos ter reservas caso o mercado cresça e que as reservas atuais não são tão grandes quanto informado.

Até aí, faz-se uma busca de dados, confirma-se as informações e caminhamos para uma decisão.

Mas o outro lado da moeda é que querem onerar o consumidor de energia elétrica em mais R$ 1 bilhão!! Para um país com o custo de energia elétrica que é um dos mais caros do mundo!

Será que o objetivo é alcançarmos a liderança deste custo? Sendo que nossa base de geração por ser por hidrelétricas é uma das mais baratas do mundo!!!

Se este valor de R$ 1 bilhão fosse investido em projetos de Eficiência Energética visando a redução dos desperdícios de energia e consequentemente redução do custo para os consumidores finais beneficiados, teríamos uma redução de mais de 500 GWh/ano para o sistema!!

Está na hora de pensarmos em aumentarmos produtividade, sermos mais competitivos, alavancarmos o mercado. Temos de parar de simplesmente jogar a conta para o consumidor final, aumentando custos, impostos e taxas!

Vamos criar a espiral positiva para todos e para o país!!

 

Compartilhe:
Rodrigo Aguiar Lopes
Sócio-diretor da empresa AGES Consultoria e Projetos Ltda, Diretor do Departamento de Infraestrutura da FIESP, Engenheiro Elétrico, MBA no IBMEC em Gestão Empresarial e pós-graduação na FGV-SP em Administração. 20 anos de experiência profissional na área de Energia, com foco em projetos de Eficiência Energética. Implantou mais de 1.500 projetos de eficiência energética pelo país nos diversos segmentos e setores. Foi presidente da ABESCO (Associação Brasileira das Empresas de Conservação de Energia).
http://www.agesconsultoria.com.br

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *