O presidente da Eletrobras, Wilson Ferreira Junior, disse hoje que tem “mandato” a cumprir na companhia e “compromisso” com um trabalho que vem sendo feito. Esse trabalho inclui um plano de demissão voluntária (PDV), a implantação de um sistema de gestão (SAP) e a venda em leilão de seis distribuidoras de energia elétrica, programada para 21 de maio. Os editais das distribuidoras devem ser publicados nesta semana, observou

Ferreira também disse que a Eletrobras está em processo de vender suas participações em 70 sociedades de propósito específico (SPEs), divididas em 17 lotes, e que deve ocorrer em junho.

Presente à cerimônia de posse do novo presidente do BNDES, Dyogo de Oliveira, Ferreira mostrou-se otimista com o processo de privatização da Eletrobras. Ele prevê que a assembleia de acionistas da empresa para aprovar todo o processo de privatização da companhia deve ser realizada no fim de setembro. Antes, até agosto, deve ser concluído o trabalho de modelagem a cargo do BNDES, disse.

O presidente da Eletrobras afirmou ainda que a primeira etapa do processo, porém, envolve a aprovação do “regulamento legal” no Congresso Nacional para permitir a privatização. Ele estimou que essa etapa, tanto na Câmara dos Deputados quanto no Senado, possa estar concluída até o fim de junho.

Segundo Ferreira, a emissão de novas ações da companhia poderá ocorrer a partir de 15 de novembro. Ele estimou que, considerando os preços das ações da Eletrobras na semana passada, ao fim do processo a União possa ficar com algo como 43% da estatal.


 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *