REUTERS | A elétrica Cemig informou que um leilão para compra de energia solar e eólica realizado nesta sexta-feira pela companhia adquiriu 196,98 megawatts (MW) médios em contratos, com início de fornecimento em janeiro de 2023 e duração de 19 anos.

Energia eólica transforma a paisagem da Chapada do Araripe

Os empreendimentos vencedores do certame totalizarão 476,2 MW em capacidade instalada, segundo comunicado da empresa estatal. A companhia não revelou as empresas vitoriosas na disputa e nem os preços praticados.

“Com esta contratação a Cemig aprimorou as condições de renovação de contratos com seus clientes, bem como está apta a ampliar a sua participação de mercado”, disse a companhia.

A empresa havia informado no início desta semana que o leilão para compra de energia eólica e solar teve habilitados para participação cerca de 150 empreendimentos, que somavam aproximadamente 4,7 gigawatts instalados.

Os contratos serão assinados entre os vencedores e a Cemig GT, unidade de geração e transmissão da empresa mineira, que pretende negociar a energia com clientes no mercado livre de eletricidade, no qual grandes consumidores fecham contratos de suprimento diretamente com geradores e comercializadoras.

A elétrica já havia realizado antes dois certames parecidos, ambos ainda no ano passado.

O primeiro leilão, em junho de 2018, contratou a produção futura de projetos renováveis que deverão somar 1,24 gigawatt em capacidade. No segundo, em outubro passado, foi comprada a geração de usinas que totalizarão 388 megawatts.

Por Gabriel Araujo

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *