Surpreendendo até os mais pessimistas, o leilão de energia existente (LEE) A-1 foi encerrado poucos minutos após a abertura. O volume financeiro totalizou apenas R$10 milhões, para um volume negociado total de 4 MW médios, muito abaixo da expectativa da Pontoon-e, como também dos demais “players” do mercado.

Vale lembrar, que o contrato de suprimento era de dois anos, com início em Jan/2019 e término em Dez/2020.

Preço final do LEE A-1: ~R$143/MWh -15,88%.  O preço inicial de venda estabelecido para este leilão, que havia sido definido em R$170/MWh, encerrou o certame a R$142,99/MWh, revelando queda de -15,88%.

Cabe ressaltar, que este preço é inferior à média atualmente comercializada no mercado livre (R$ 160/MWh) para contratos com prazo similar.

Outro ponto que merece nosso destaque, é o fato de que este contrato não possui nenhuma clausula de reajuste, o que pode ter limitado o “apetite” dos vendedores em participar de forma mais ativa neste leilão.

Apenas uma distribuidora contratou energia. A distribuidora que atende ao estado do Amapá (CEA), foi a única compradora no leilão. Em contrapartida, a Desttra Energia foi a vendedora dos 4 MW médios comercializados.


 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *