A empresa espera obter um lucro líquido entre os 3.700 e 3.900, mais 30% do que o obtido em 2018

A empresa espanhola de energia, Iberdrola, controladora da Neorenergia do Brasil, vai investir 34 mil milhões de euros até 2022 para acelerar o crescimento mundial. Deste valor, 16 mil milhões destinam-se a redes e 13.300 milhões de euros em renováveis.

A liderança global é reforçada com uma carteira de projetos de mais de 10 mil megawatts eólicos marinhos nos Estados Unidos da América e na Europa. Quanto à “liderança na transição energética em Espanha: investirá 8.000 milhões de euros neste período, mais 40% em relação ao plano anterior, dos quais 4.200 milhões de euros se destinarão às renováveis. O grupo prevê triplicar a sua potência eólica e solar no país com pelo menos 10.000 novos megawatts até 2030”, explica em comunicado a Iberdrola.

Os objetivos anteriores são agora os objetivos mínimos até 2022, onde a empresa espera obter um lucro líquido entre os 3.700 e 3.900, mais 30% do que o obtido em 2018. O grupo terá ainda ao dispor mais de nove mil milhões de euros de capital no final de 2022, o que irá garantir o crescimento a longo prazo.

Em comunicado, a Iberdrola diz ainda que espera “terminar 2022 com uma relação entre o fluxo de caixa sobre dívida líquida superior a 24%, o que permitirá analisar novos projetos de eólica terrestre e marinha, transporte e distribuição”.

“Com este plano, damos um forte impulso à inegável transição energética rumo a um modelo baixo em carbono. Aumentamos em 2.000 milhões de euros o nosso esforço de investimento e terminaremos 2022 com mais 30% de capacidade”, disse Ignacio Galán, presidente do grupo.

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *