O Brasil ultrapassou nos últimos dias a marca de 100 mil megawatts (MW) de potência fiscalizada em usinas hidrelétricas – ou seja, geradoras de fonte hidráulica de grande porte. Segundo o Banco de Informações de Geração (BIG) da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL), em 9/9, foram registradas 217 usinas hidrelétricas em operação, concentrando 100,5 mil MW de potência fiscalizada ou 60,31% do total fiscalizado nos empreendimentos em atividade. Acesse aqui a base completa sobre a capacidade de geração do país.

Além das usinas hidrelétricas, o país também conta com 713 centrais geradoras hidrelétricas e 425 pequenas centrais hidrelétricas em operação, totalizando 5,97 mil MW em potência fiscalizada.

A água é uma das poucas fontes para produção de energia que não contribui para o aquecimento global. E é renovável: pelos efeitos do sol e da força da gravidade, ela passa do estado líquido para vapor, se condensa em nuvens e posteriormente retorna à superfície terrestre sob a forma de chuva.

Três das maiores hidrelétricas do mundo, em potência, estão no Brasil: Belo Monte (11.233 MW), Tucuruí – foto acima- (8.370 MW) e a parte brasileira de Itaipu Binacional (7.000 MW)

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *