PONTOON-E | A ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) publicou no Diário Oficial da União desta terça-feira. 17/09, autorização para o início da operação comercial da usina hidrelétrica de Sinop. A usina tem capacidade instalada de 401,88 MW e garantia física de 242,8 MW e está localizada no Estado do Mato Grosso.

Histórico do Empreendimento: Leiloada em 2013 (LEN A-5), a usina tem como sócios a francesa EDF (51%) e as estatais Eletronorte (24,5%) e Chesf (24,5%), ambas subsidiárias integrais da da Eletrobras (ELET6.SA). Na ocasião, a Eletrobras venceu a disputa pela concessão em parceria com a privada Alupar, mas a empresa desistiu logo após o leilão, o que levou a estatal a posteriormente buscar um novo sócio e fechar negócio com a EDF.

Estratégia de Comercialização: O projeto comercializou 88,9% de sua garantia física no ACR (Ambiente de Contratação Regulada), ao preço de R$ 109,4/MWh (preços de agosto de 2013) e 2,4% junto à Chesf e à Eletronorte, por meio de de PPAs de longo prazo ao preço de R$ 130/MWh (preços de outubro de 2013).

Investimento Total: O investimento inicialmente orçado em R$ 2,9 bilhões, custou recebeu cerca de R$ 3,3 bilhões, de acordo com informações do site da Sinop Energia, empresa criada para tocar o projeto.

Financiamento: A usina de Sinop foi financiada como recursos do BNDES Finem (80,4%) e com recursos do mercado de capitais, Debêntures de Infraestrutura (19,6%). Ao todo o empreendimento recebeu R$ 1.205, 0 milhões, sendo: (i) BNDES: R$ 969,0 milhões, a um custo de TJLP + 2,88% ao ano, prazo de amortização de 20 anos e 21 meses de carência; e (ii) Debêntures Incentivadas (ICVM 476): R$ 236,0 milhões, a um custo de IPCA + 7,9461% e prazo de amortização de 14 anos..

Operação: O início da geração de energia em caráter comercial na usina no rio Teles Pires será com a unidade geradora UG 02, de 200,9 megawatts em capacidade. A hidrelétrica terá um total de 401,8 megawatts quando concluída, com a entrada de mais uma turbina em funcionamento.

Avaliação Pontoon-e: A Pontoon-e efetuou a avaliação econômico-financeira deste empreendimento (Valuation Model disponível para os nossos assinantes – https://pontoon-e.com/valuation-model/), considerando não apenas as premissas acima mencionadas, como também o impacto recorrente do GSF (Generation Scaling Factor) sobre os seus resultados. Nossa avaliação aponta para uma taxa interna de retorno muito abaixo do custo de capital dos acionistas, fruto da combinação de elevado Capex, baixo preço de energia e recorrente exposição ao mercado spot (PLD).

Taxa Interna de Retorno (TIR): O projeto sinaliza uma TIR nominal desalavancada (TIR Projeto) de 4,4% e TIR nominal alavancada (TIR Acionista) de 3,2%. Tal fato deve-se fundamentalmente aos aspectos acima mencionados que resultaram em um baixo nível de alavancagem do projeto (Debt 32% x Equity 68%).

Pontoon-e: UHE Sinop – Taxa Interna de Retorno (TIR)

Pontoon-e: UHE Sinop – Avaliação Econômica vs. Indicadores Financeiros

Por Redação Pontoon-e

 

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *