O ministro da Economia, Paulo Guedes, sinalizou mais uma vez para a possibilidade de a Petrobras ser privatizada no futuro. Em seminário sobre gás natural ontem, 15/8, ao lado do presidente da petroleira estatal, Roberto Castello Branco, o ministro afirmou que está avançada a venda dos controles da Eletrobras e dos Correios. Em seguida, se virou para o presidente da Petrobras e afirmou: “Não duvido que vamos privatizar coisas maiores, viu Castello?”.

“Acho que lá na frente você (Castello Branco) pode fazer uma coisa surpreendente”, acrescentou. O argumento de Guedes é que, assim como acontece com a Petrobras, a União também tem que rever suas contas. “Temos um balanço da União. O combate à inflação ficou centrado no Banco Central. Temos que reconstruir uma Europa todo ano sem sair da pobreza, porque é um dinheiro estéril”, disse. Segundo o ministro, as privatizações vão se acelerar agora.

Em sua opinião, as estatais foram importantes no passado, para que fosse construída a infraestrutura necessária à economia. Hoje, segundo Guedes, as estatais já não têm capacidade de investimento.

Mais cedo, em discurso em São Paulo, Guedes também havia afirmado que o governo vai acelerar as privatizações e destacou que o apoio do presidente ao programa está aumentando.

“Meu trabalho é tentar vender todas as estatais”, afirmou.

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *