Home>GD Brasil>Governo discute campanha sobre privatização da Eletrobras
GD Brasil Política e Economia

Governo discute campanha sobre privatização da Eletrobras

Canalenergia |

Acesse a notícia original aqui.

Assim como fez com a reforma da Previdência, o governo deve recorrer a uma campanha publicitária na tentativa de convencer a população sobre a necessidade de privatização da Eletrobras. A primeira reunião sobre o assunto aconteceu no Palácio do Planalto nesta segunda-feira, 19 de fevereiro, com apresentação do Ministério de Minas e Energia e da Eletrobras para a área de comunicação do governo sobre o trabalho de divulgação da proposta realizado até agora.

“A ida [ao Palácio] foi para poder colocar isso, agora que a gente entende que a batalha do Congresso vai estar dentro da perspectiva de esforço do governo como um todo de comunicação, para que eles possam saber em que página nós estamos”, explicou o ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, ao voltar da reunião. Além do ministro, participaram do encontro o secretário executivo do MME, Paulo Pedrosa, e o presidente da Eletrobras, Wilson Ferreira Junior. Pela Secretaria Geral da Presidência estavam presentes o secretário-executivo da pasta, Joaquim Lima, e o subsecretário de Comunicação Digital da Secretaria de Comunicação, Wesley Santos, além de Elsinho Mouco, da agência de marketing Isobar.

A Secom, que é subordinada à Secretaria Geral da Presidência, deve analisar todo o material apresentado durante a reunião, e a expectativa é de que a decisão do governo seja discutida em um novo encontro nos próximos dias. “A gente já vem trabalhando desde agosto nesse enfrentamento, muito mais dentro dos nossos instrumentos aqui no ministério e na Eletrobras, e agora a gente espera que com os recursos do pessoal da Secom possa ter uma avanço maior”, disse em conversa com jornalistas.

Para o ministro, é importante mostrar a situação da empresa e os benefícios da privatização, para desmistificar o que vem sendo dito sobre a venda da estatal nos últimos tempos. “Na verdade, a gente já vinha falando um pouco sobre isso, mas vocês sabem que a pauta estava muito mais voltada em relação à reforma [da Previdência]. Mas agora, a gente sabendo que o assunto vai começar a andar dentro do Congresso, também entendeu que era importante [fazer uma campanha], o ministro Moreira [Franco] concordou e juntou a equipe de comunicação para poder ouvir.”

A Câmara deve instalar nos próximos dias a comissão especial que vai debater o projeto de lei com o modelo de venda do controle da estatal. A intenção do governo é acelerar a tramitação do PL na Câmara e no Senado, mas há resistências dentro da própria base do governo, o que torna o resultado incerto.

A pauta do Congresso Nacional também foi atropelada pela decisão do governo federal de decretar intervenção na segurança pública do estado do Rio de Janeiro. Propostas relacionadas ao tema terão prioridade sobre outros assuntos, mas o ministro acredita que isso não vai interferir no caso especifico da Eletrobras. “São pautas distintas”, argumentou. Na avaliação de Coelho Filho, a privatização da empresa vai ser uma das pautas mais importantes para o governo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *