Enquanto o governo busca aprovação, no Congresso, de um projeto de lei que visa colocar fim às liminares que emperram a liquidação no mercado de curto prazo de energia elétrica, os principais agentes afetados pelo tema do risco hidrológico buscam solução junto à ANEEL.

Um grupo de empresas que têm maior nível de inadimplência no mercado apresentou à ANEEL, no início da semana, uma proposta de repactuação da dívida acumulada em 2015, que soma cerca de R$ 1 bilhão. Em troca, as empresas propõem a extensão das concessões, de acordo com a Lei 13.203 de 2015, que fixou as bases para a alteração do risco hidrológico paras as hidrelétricas do mercado livre e regulado. Naquele ano, somente os geradores regulados aderiram à proposta. Os demais preferiram continuar brigando na justiça.

A proposta será analisada pela Agência. As geradoras solicitaram, ainda, que a ANEEL avalie aprimoramentos nas regras do setor, no sentido de expurgar do GSF os fatores não relacionados à hidrologia, como o despacho fora da ordem de mérito e atrasos em obras de transmissão. Esse tema foi incluído no Projeto de Lei do Senado 209/15, que foi aprovado, ontem, no plenário, e segue para a análise da Câmara dos Deputados.


 

Compartilhe:
Ana Amélia de Conti Gomes
Ana Amélia de Conti Gomes é economista, formada na Universidade Federal de Minas Gerais, e mestre em Engenharia de Produção pela Universidade Federal de Santa Catarina. Possui MBA pela Fundação Dom Cabral e post-MBA concedido pelas instituições americanas: University of the North Carolina e Northwestern University Kellog School of Management. Trabalhou por 10 anos na Companhia Energética de Minas Gerais – CEMIG, na área de planejamento econômico-financeiro. Além de finanças, na AES SUL e ENRON/SCGAS liderou a área de tarifas de energia elétrica e gás natural, respectivamente. Mais tarde, na DUKE ENERGY, somou experiências de liderança em várias áreas tais como desenvolvimento de negócios, regulação setorial, comunicação, sustentabilidade e relações governamentais, chegando a liderar a equipe de relações institucionais de toda a América Latina. Atualmente, é sócia e diretora executiva da Comercializa Energia Ltda.
http://www.comercializaenergia.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *