Se um consumidor desejar mudar a sua demanda contratada, a regulação prevê que a concessionária tenha um prazo de muitos meses para atendê-lo.

Ocorre que no mundo competitivo de hoje, os clientes estão sempre enfrentando mudanças e isto se reflete – potencialmente – tanto no consumo como na demanda.

Não seria muito melhor se o cliente pudesse mudar com mais flexibilidade a sua demanda contratada evitando o pagamento de demandas ociosas ou de multas por ultrapassagem da demanda contratada?

Inventei um conceito: bolsa de demanda. É um ambiente de trocas de demanda (jogo de soma zero), a ser patrocinado pela concessionária, para viabilizar mudanças de posições de demanda num verdadeiro ganha-ganha.

Se desejar saber mais sobre esta oportunidade de negócio que tem potencial de, no Brasil, movimentar R$ 500 Milhões/ano, entre em contato por celular/WhatsApp 11 99986 5563.


A new demand management approach

If a consumer wants to change his contracted demand, the regulation foresees that the concessionaire has a term of many months to attend it.

But… in today’s competitive world, customers are always facing changes and this is reflected – potentially – both in power consumption and demand.

If more flexibly to change this contracted demand is offered then payment for idle demands or fines for exceeding the contracted demand would be greatly reduced or even eliminated.

I invented a concept: a demand exchange. It is an environment to be sponsored by the concessionaire where consumers would trade their contracted  demand  differences, in a zero sum game.

If you would like to know more about this business opportunity make sure to contact me at mobile/WhatsApp 55 11 99986 5563.

Compartilhe:
Rafael Herzberg
Rafael Herzberg é consultor independente para assuntos de energia por mais de 30 anos. Premiado no Brasil e Estados Unidos por cases de eficiência energética, geração on-site e projetos to-the-fence. Palestrante no Brasil e Estados Unidos em eventos de energia. Presta consultoria para clientes consumidores de energia (indústria, comércio e instituições), ofertantes de soluções em energia, concessionárias e comercializadores de energia além de ser convidado para atuar em casos de arbitragem de contratos de energia.
http://pontoon-e.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *