Para a montadora, compra da Spin preenche uma brecha no portfólio da Ford ao oferecer um meio de transporte acessível

Segunda maior montadora dos EUA, a Ford é a mais nova companhia a entrar no emergente mercado de patinetes elétricos. A companhia anunciou nesta quinta-feira, 8/11, que está adquirindo a startup Spin, de São Francisco. Segundo fontes do mercado a Ford irá investir cerca de US$ 200 milhões na aquisição.

Com base na Califórnia , a Spin tem dois anos de operação e já atua em nove cidades, incluindo Denver e Detroit, além de cinco universidades.

Não é, todavia, a primeira vez que a Ford demonstra interesse em uma mobilidade que vá além dos carros. A companhia tem investido em pesquisa e desenvolvimento para chegar a veículos alternativos elétricos e próprios, e desde de 2013 oferece um programa na Califórnia de compartilhamento de bicicletas chamado Ford GoBikes. No mês passado, iniciou teste de um serviço de aluguel de patinetes em uma universidade, chamado de Jelly.

Em entrevista, Marcy Klevorn, presidente de mobilidade da Ford, disse que a compra da Spin preenche uma lacuna no portfólio da Ford enquanto oferece um meio de transporte acessível e econômico.

Os patinetes elétricos viraram uma febre em cidades da Califórnia, como São Francisco, e causaram dor de cabeça para moradores, com a prefeitura suspendendo temporariamente a licença de algumas startups que ofertavam o transporte.

No Brasil, despontam algumas iniciativas que buscam conquistar o mesmo mercado. Depois de disponibilizar bicicletas compartilhadas em julho deste ano em São Paulo, a startup Yellow começou a oferecer patinetes elétricos. Sua concorrente, a Ride, também faz o mesmo na cidade. Porém, o serviço se limita a certas regiões da capital paulista, em centros empresariais e comerciais.

 

Fontes: IDG NOW e Folha de São Paulo


 

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *