Brasília, 25/06/2018 – Os economistas do mercado financeiro elevaram a previsão para a inflação de 2018. O Relatório de Mercado Focus, divulgado há pouco pelo Banco Central (BC), mostra que a mediana para o IPCA este ano foi de 3,88% para 4,00%. Há um mês, estava em 3,60%. Já a projeção para o índice em 2019 permaneceu em 4,10%. Quatro semanas atrás, estava em 4,00%.

A projeção dos economistas para a inflação em 2018 está dentro da meta deste ano, cujo centro é de 4,5%, com margem de tolerância de 1,5 ponto porcentual (índice de 3,0% a 6,0%). Para 2019, a meta é de 4,25%, com margem de 1,5 ponto (de 2,75% a 5,75%).

Entre as instituições que mais se aproximam do resultado efetivo do IPCA no médio prazo, denominadas Top 5, a mediana das projeções para 2018 no Focus foi de 3,83% para 3,84%. Para 2019, a estimativa do Top 5 seguiu em 4,00%. Quatro semanas atrás, as expectativas eram de 3,24% e 3,75%, respectivamente.

Na quinta-feira passada (21), o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) informou que o Índice de Preços ao Consumidor Amplo -15 (IPCA-15) de junho subiu 1,11%. No acumulado do ano até junho, o IPCA-15 subiu 2,35% e, em 12 meses, avançou 3,68%.

Também com influência sobre as projeções de inflação do mercado, o dólar à vista acumula alta de 14,01% em 2018.

No Focus de hoje, a inflação suavizada para os próximos 12 meses foi de 4,39% para 4,22% de uma semana para outra – há um mês, estava em 4,32%.

Entre os índices mensais mais próximos, a estimativa para junho de 2018 foi de 0,69% para 1,11%. Um mês antes, estava em 0,35%. No caso de julho, a projeção passou de 0,35% para 0,34%, ante 0,30% de quatro semanas antes.


 

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *