A agência de classificação de risco Fitch Ratings elevou o rating de crédito corporativo da Eletropaulo em escala nacional, de AA (bra) para AAA (bra), e os ratings em escala internacional em moeda local e estrangeira, de BB para BBB- e BB+, respectivamente, todos com perspectiva estável.

De acordo com a agência, o resultado está associado a consolidação da companhia como parte do grupo Enel Brasil e ao fato de se constituir agora numa subsidiária relevante para o seu controlador indireto, a Enel Americas. A análise aponta para o aumento de capital do Grupo como positivo para o perfil de crédito autônomo da Eletropaulo, que terá o plano de investimento de seu novo controlador, o que deve melhorar a qualidade dos serviços indicadores.

A expectativa da Fitch é de que a Enel Brasil consiga administrar seu fluxo de caixa livre (FCF), que deverá permanecer negativo até 2020, devido a uma adequada posição de liquidez e flexibilidade financeira comprovada, beneficiado pelo suporte financeiro do controlador. A previsão é de que a empresa mantenha a alavancagem bruta e líquida consolidada em níveis conservadores e limitada a cerca de 3,5x e 3,0x, respectivamente, no final de 2018, consistente com uma categoria ‘BBB’ para o setor.

Este cenário incorpora o apoio da Enel ao pagamento de 50% do empréstimo-ponte levantado para aquisição da concessionária. Desconsiderando este apoio, a alavancagem líquida consolidada, em uma base, atinge 3,9x no final deste ano. Os ratings também consideram o risco moderado do setor elétrico brasileiro e o risco hidrológico, atualmente acima da média histórica.


 

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *