Para a grande maioria dos consumidores empresariais, energia não é seu negócio central. Nem mesmo não há afinidade com o assunto. Muitas vezes identifiquei até uma certa aversão dos executivos em relação ao tema.

Descobri haver dois aspectos importantes e complementares:

1°) Vulnerabilidades

Com quem tem que decidir sobre contratação e uso de energia não tem intimidade com os temas, há uma sensação de vulnerabilidade. A consequência “natural” é um afastamento do assunto. Atitude da maioria!

2°) Oportunidades

Para uma minoria, ainda que se sintam vulneráveis, tem o “drive” de buscar soluções de excelência. São os verdadeiros empreendedores. Os que fazem resultados importantes.

A mensagem é simples. Alcançar e manter custos competitivos em energia é uma questão essencialmente de postura dos executivos e de suas equipes!


Energy: vulnerabilities and opportunities

For the vast majority of companies and institutions energy is not their core business. There is even no affinity with the subject. Many times I have even identified a certain aversion by executives in relation to the topic.

I found that there are two important and complementary aspects:

1st) Vulnerabilities

Those who have to decide on contracting and using energy are not familiar with these topics – there is a feeling of vulnerability. The “natural” consequence is not really “going for it”.

2nd) Opportunities

For a minority, even if they feel vulnerable, they have the “drive” to seek excellent solutions. They are the true entrepreneurs. The ones that make important results.

The message is simple. Achieving and maintaining competitive energy costs is essentially a matter of the attitude of the executives and their teams!


 

Compartilhe:
Rafael Herzberg
Rafael Herzberg é consultor independente para assuntos de energia por mais de 30 anos. Premiado no Brasil e Estados Unidos por cases de eficiência energética, geração on-site e projetos to-the-fence. Palestrante no Brasil e Estados Unidos em eventos de energia. Presta consultoria para clientes consumidores de energia (indústria, comércio e instituições), ofertantes de soluções em energia, concessionárias e comercializadores de energia além de ser convidado para atuar em casos de arbitragem de contratos de energia.
http://pontoon-e.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *