A previsão de custo dos subsídios para 2020 é de R$ 20 Bilhões conforme publicado pelo CanalEnergia.

Se referido ao valor faturado pela cadeia do setor de energia elétrica no Brasil, equivale a cerca de 5%.

Olhando individualmente este valor, pode parecer “dinheiro de pinga”. Mas se associado a outros custos que se paga como especialmente furtos de energia e inadimplências sistêmicas chega-se a dezenas de %.

Alguém te consultou se está de acordo?

É claro que há rituais oficiais cuidadosamente cobertos por uma minuciosa regulação que tornam estes custos “legítimos”.

O abacaxi é que o Brasil é o mais caro entre os BRICS em energia elétrica. Não estaria no momento de virar a mesa e acabar com esta festa com o dinheiro dos outros?


Energy (Brazil): Are you in favor of subsidies?

The estimated cost of subsidies for 2020 is R$$ 20 Billion (USD 0,5 Billion) as published by CanalEnergia (an energy portal)

Referring to the amount billed by the electricity sector in Brazil, this is about 5%.

Looking at this value individually, it may look like “peanuts”. But if associated with other costs that are paid such as power theft and systemic delinquencies (official power clearinghouse) it reaches tens of%.

Has anyone consulted consumers (industrial, commercial, residential) f you agree?

Of course, there are official rituals carefully covered by thorough regulation that make these costs “legitimate”. The challenge is that Brazil is the most expensive among the BRICS (Brazil, Russia, India, China and South Africa) in power costs.

Wouldn’t it be high time to turn around this situation?


 

Compartilhe:
Rafael Herzberg
Rafael Herzberg é consultor independente para assuntos de energia por mais de 30 anos. Premiado no Brasil e Estados Unidos por cases de eficiência energética, geração on-site e projetos to-the-fence. Palestrante no Brasil e Estados Unidos em eventos de energia. Presta consultoria para clientes consumidores de energia (indústria, comércio e instituições), ofertantes de soluções em energia, concessionárias e comercializadores de energia além de ser convidado para atuar em casos de arbitragem de contratos de energia.
http://pontoon-e.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *