Um fato interessante e importante está mudando o cenário dos países desenvolvidos que operam especialmente com regras de mercado.

As energias “limpas” estão ganhando espaço. Substituem gradativamente as “sujas”. Mas o mais significativo: sem mais a necessidade de incentivos ou subsídios.

A razão é simples. O custo do investimento, operação e manutenção das “limpas” está mais baixo que as “sujas”. Naturalmente.

Então as decisões sobre preços de contratação de energia são lastreadas apenas e tão somente pelos sinais de preços, emitidos pelo mercado.

O Brasil também ganharia se adotasse esta visão. Eliminando subsídios e incentivos – que não são mais necessários – teríamos um setor mais enxuto e competitivo. Ganhariam compradores e vendedores de energia.


Energy: price signals

An interesting and important fact is changing the scenario of developed countries that operate especially with market driven rules.

“Clean” energies are gaining ground, gradually replacing the “dirty ones”. But the most significant fact: no more need for incentives or subsidies.

The reason is simple. The cost of investing, operating and maintaining “clean” is lower than “dirty”. Naturally.

So decisions about energy prices are based on market signals.

Brazil would also gain by adopting this vision. By eliminating subsidies and incentives that are no longer needed a leaner and more competitive sector would be there!. Buyers and sellers of energy would gain!


 

Compartilhe:
Rafael Herzberg
Rafael Herzberg é consultor independente para assuntos de energia por mais de 30 anos. Premiado no Brasil e Estados Unidos por cases de eficiência energética, geração on-site e projetos to-the-fence. Palestrante no Brasil e Estados Unidos em eventos de energia. Presta consultoria para clientes consumidores de energia (indústria, comércio e instituições), ofertantes de soluções em energia, concessionárias e comercializadores de energia além de ser convidado para atuar em casos de arbitragem de contratos de energia.
http://pontoon-e.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *